Luís Fabiano supera a marca de 100 gols

Luís Fabiano foi o herói da goleada. Faltando um apenas um gol para chegar ao seu centésimo com a camisa do São Paulo, fez mais: marcou três a garantiu a goleada de 4 a 1 sobre a Portuguesa Santista.Mas foi seu terceiro gol, o último da partida, que mais o agradou: "num contra-ataque rápido eu peguei bem na bola e acho que foi um golaço, pois foi de velocidade, driblei o zagueiro e, depois na tiradinha ali foi bem demais".Mas o São Paulo só reagiu na partida com a entrada de Marquinhos, que modificou radicalmente a maneira de jogar. Estou trabalhando para, quando entrar na equipe, fazer de forma positiva e eu acho que aconteceu isso hoje". Para ele, entretanto, foi a vitória e os três pontos conseguidos. Ele entende também que o condicionamento físico de seu time fez a diferença. "Com certeza, o condicionamento está melhorando a cada partida e hoje valeu". Marquinhos acha que deu mais um passo para conquistar a camisa de titular com a atuação de ontem.Para o técnico Cuca, seu time encontrou dificuldade já nas dimensões de Ulrico Mursa. "O campo não ajudou, prejudicou o toque de bola, mas no segundo tempo com a expulsão do menino deles o São Paulo pode buscar com calma e tranqüilidade o resultado".Cuca está satisfeito com o rendimento do time no campeonato, mas acha que tem de evoluir. "Temos uma semana tranqüila para trabalhar visando o jogo contra o América". Sobre o resultado, disse que foi uma vitória mais à base da luta e dedicação do que à técnica. "Os gols foram muito bonitos, foram gols técnicos, mas acontreceram graças ao emprenho e dos jogadores".Comentou que a Portuguesa Santista foi "um adversário certinho, organizado num 3-5-2 que até a gente não esperava; saíaram à frente e tivemos força para reverter o resultado, principalmente depois da substituição"."Se colocarmos cinco atacantes e eles não tiverem bom senso de voltar e recompor, toma-se três, quatro gols; então, o mérito foi deles, que souberam se impor ao adversário e a partir daí exercer a pressão e ganhar o jogo". Cuca destacou a zaga bem armada. "Com os três zagueiros bem posicionados, podiamos jogar um dia inteiro e não iaamos fazer".Foi aí que ele lançou Marquinhos como terceiro atacante, com o que o adversário perdeu o jogador da sobra.A expulsão de Fabão foi considerada injusta "porque o rapaz deu com os pés nele e veio num momento muito inoportuno, empatamos e estávamos pressionando para virar e isso esfriou o jogo. É inadmissíovel e vamos conversar com ele". O presidente Marcelo Portugal Gouveia informou que irá conversar nesta segunda-feira com a comissão técnica para decidir se aceita a troca de Souza por Adriano do Atlético-PR

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.