Luis Fabiano volta a dizer que pode deixar o São Paulo em 2015

Luis Fabiano volta a dizer que pode deixar o São Paulo em 2015

Artilheiro do clube paulista na temporada, atacante está insatisfeito com reserva e pode ter nova oportunidade contra a Chapecoense

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2014 | 10h44

Ainda artilheiro do São Paulo na temporada com 16 gols, Luis Fabiano não esconde a insatisfação com a reserva e deixou claro que pode mudar de ares no ano que vem caso a situação não se altere. Perguntado se pretendia continuar no Morumbi em 2015, o atacante preferiu não se garantir. "O futuro a Deus pertence", disse.

O jogador teve duas boas chances de voltar a marcar na vitória por 2 a 1 sobre o Bahia no último sábado, mas acabou desperdiçando ambas e passou em branco. Para ele, a falta de gols - marcou apenas um desde que se recuperou de lesão ocorrida na pausa para a disputa da Copa do Mundo - acontece especialmente pela falta de minutos em campo.

"Acho que é a ansiedade, falta de ritmo de jogo. Mas tenho que analisar as coisas boas também, tenho jogado pouco e ainda assim tenho tentado. Não sou eu quem decide se tenho que ser titular e quem está jogando é o Kardec. Tenho que respeitar", ponderou.

Para o técnico Muricy Ramalho, é importante que o jogador continue se esforçando. Como Michel Bastos está suspenso para o confronto com a Chapecoense e Alexandre Pato não terá condições de jogo por estar machucado, Luis Fabiano pode ganhar nova oportunidade na quarta-feira, na Arena Condá, em duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Ele vai ter chances, o campeonato é muito longo e todo mundo vai jogar. É importante ele continuar jogando e sabe como eu penso. Uma hora ele vai voltar a marcar e aí muda totalmente minha forma de pensar", afirmou Muricy.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCLuis Fabiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.