Luís Mário é a arma do Grêmio no Rio

Depois de duas derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Grêmio entrou em estado de alerta para o jogo contra o Flamengo, nesta quinta-feira, no Maracanã, pelas semifinais da Copa Mercosul. Como a vaga na final será definida só na próxima semana, em Porto Alegre, a tática do técnico Tite nessa primeira partida será esperar o adversário e surpreender nos contra-ataques. Para colocar esta estratégia em prática, o técnico Tite terá uma arma importante: a velocidade do atacante Luís Mário. Ele jogará ao lado de Cláudio Pitbull, já que Rodrigo Fabri e Leandro não estão inscritos na Mercosul.

Agencia Estado,

21 Novembro 2001 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.