César Greco / Agência Palmeiras
César Greco / Agência Palmeiras

Luiz Adriano comemora a volta dos gols: 'Importante é nunca abaixar a cabeça'

Após ficar 13 jogos sem marcar, atacante anotou dois tentos contra o Atlético Goianiense

Redação, Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2020 | 19h13

Luiz Adriano estava extremamente aliviado após o jogo diante do Atlético-GO. Depois de 45 dias, o atacante voltou a marcar pelo Palmeiras. E em dose dupla. Decisivo nos 3 a 0 em Goiânia, exaltou o trabalho e a determinação de jamais desistir.

"Fico muito feliz de ajudar meus companheiros da melhor forma possível", disse. "Sei que não vinha fazendo gol, mas continuei trabalhando para chegar hoje concentrado e poder marcar. O importante é nunca abaixar a cabeça", recomendou.

No período de jejum foram 13 partidas do Palmeiras, sete delas com Luiz Adriano em campo. O último gol havia sido de pênalti, diante do Corinthians, na Neo Química Arena. De lá para cá ele ficou ausente em alguns jogos por causa do desgaste físico.

Atuou diante de Guaraní e Tigre pela Libertadores, Flamengo, Coritiba, Fortaleza, Grêmio e São Paulo no Brasileirão. Contra os argentinos, no meio de semana, cobrou um pênalti para tentar encerrar o jejum de gols. Perdeu.

Desta vez, porém, pôde enfim festejar. E ele fez enorme festa nas duas comemorações no Estádio Olímpico de Goiânia. "Não vinha concluindo as jogadas, perdi um pênalti no jogo passado. Desta vez deu tudo certo e só tenho a agradecer aos companheiros."

O primeiro gol foi um presente recebido do goleiro Jean, que saiu errado e deu em seus pés. Já o segundo gol graças à movimentação e a boa colocação na área.

Substituído aos 28 minutos por Willian, para descansar, Luiz Adriano agora espera embalar para ajudar o Palmeiras a resgatar a confiança do torcedor. Quinta-feira o time vai até o interior paulista encarar o Bragantino, pela Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.