Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Luiz Gustavo quer que Vasco aproveite desgaste de rival para vencer clássico

Cruzmaltino enfrenta o Fluminense no sábado, três dias após o tricolor jogar pela Copa Sul-Americana

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2018 | 18h54

Em situação complicada na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro - está em 13.º lugar com 35 pontos, apenas um à frente da Chapecoense, que abre a zona de rebaixamento -, o Vasco encara o clássico contra o Fluminense, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 32.ª rodada, como decisivo.

Peça importante do sistema defensivo cruzmaltino, que melhorou de rendimento nas últimas rodadas do Brasileirão, o zagueiro Luiz Gustavo destacou a importância de se aproveitar a semana de treinamentos, uma vez que o rival estará desgastado por jogar nesta quarta-feira, no Uruguai, pela Copa Sul-Americana.

"Eles vão ter um desgaste maior que o nosso durante a semana, pois irão viajar para a disputa de um jogo decisivo, então precisamos aproveitar esse detalhe. Iremos entrar em campo mais descansados e vejo isso como um motivo a mais para encararmos esse desafio ainda mais preparados. Queremos os três pontos, mas só iremos consegui-los se chegarmos preparados e tivermos foco total", declarou o defensor.

Luiz Gustavo crê que o Vasco está jogando bem nas últimas rodadas. "Sobre ainda não termos conseguido emplacar uma sequência de vitórias, nosso time vem fazendo boas partidas e acredito que os resultados vão aparecer no momento certo. Estamos pensando num jogo de cada vez e o nosso foco é total nesse jogo com o Fluminense. Essa boa atuação contra o Inter nos trouxe uma moral a mais. Temos confiança de que conseguiremos ter bons resultados nessa reta final do Brasileiro", afirmou.

Nesta terça-feira, o elenco do Vasco treinou no CT do Almirante, em Vargem Pequena, na zona oeste do Rio de Janeiro. O técnico Alberto Valentim dividiu o grupo em três equipes para a realização de atividades físicas e técnicas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.