Luiz Mário se vinga do Corinthians

A falha do goleiro Maurício sacramentou um ex-corintiano como herói do Grêmio na partida de hoje no estádio Olímpico. O atacante Luiz Mário, de 24 anos, fez os dois gols que salvaram o tricolor gaúcho de uma derrota prematura na Copa do Brasil. Procedente de Mogi Mirim, e torcedor de infância do Timão, Luiz Mário foi contratado pelo Corinthians em 1999 para ser reserva do craque Marcelinho Carioca. Um ano e meio depois, no início de 2001, foi negociado com o Grêmio, numa troca pelo atacante Paulo Nunes. Essa transação foi uma de suas grandes mágoas, revelou hoje o ex-corintiano. "Soube que vinha para o Grêmio pela imprensa, e não acho isso certo", disse Luiz Mário, hoje, no vestiário, com ar de satisfação e ao mesmo tempo de vingança. Durante toda a semana, o jogador passou pensando em uma só coisa: fazer um gol contra o time do coração, que lhe dispensou. "Sábado eu nem dormi direito, pensando em fazer um gol contra o Corinthians." O resultado em campo saiu melhor do que a encomenda, pois Luiz Mário teve duas oportunidades que soube aproveitar. Na segunda, o goleiro Maurício deu uma ajuda, falhando num chute de fora da área de Luiz Mário. "Eu chuto bem de fora da área, e a bola fez uma curva. Não foi culpa do Maurício", disse o atacante gremista, redimindo o adversário da responsabilidade. Maurício vinha fazendo uma grande partida, evitando que o Grêmio saísse em vantagem no primeiro tempo, mas falhou em um lance decisivo.Nos vestiários, passou direto para o ônibus da delegação e nem quis falar com a imprensa. Os colegas evitaram de lhe responsabilizar pelo resultado. "Quando ganhamos, ganhamos todos. Quando empatamos, empatamos todos", afirmou o meia Ricardinho. Enquanto o vilão da partida seguia cabisbaixo para o ônibus, o herói do Olímpico falava alegremente de sua conquista. "Foi a melhor partida minha no Grêmio. Preparei-me muito para esse jogo. Queria mostrar que tinha condições de estar na equipe do Corinthians." Com passe estipulado em R$ 2 milhões, Luiz Mário tem contrato até o final do ano com o Grêmio, e não esconde seu desejo de voltar a vestir a camisa do Timão, desta vez como titular.

Agencia Estado,

10 de junho de 2001 | 19h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.