Site oficial / Fluminense
Site oficial / Fluminense

Luizão dá bênção para Fred superar seu recorde de gols na Copa Libertadores

Maior artilheiro brasileiro do torneio com 29 gols, pentacampeão mundial diz torcer para o colega do Fluminense, com 21 tentos, bater sua marca nesta edição

Toni Assis, especial para o Estadão

07 de maio de 2021 | 10h00

Aos 37 anos, Fred vem se transformando em um verdadeiro caçador de recordes. Com 21 gols na Libertadores, o atacante do Fluminense está a um de se tornar o terceiro maior artilheiro brasileiro na competição, igualando a marca de Célio Taveira, com 22 gols. Na quinta-feira, Fred passou em branco no empate por 1 a 1 com o Junior Barranquilla.

Líder da seleta lista de artilheiros brasileiros na Libertadores com 29 tentos, o ex-atacante Luizão vê Fred com totais chances de ampliar ainda mais seus números no campeonato. E disse, inclusive, torcer por isso. “O Fred pode chegar onde ele quiser pelo grande jogador que é. E pode até me superar. Os recordes são para ser batidos”, afirmou Luizão ao Estadão.

Além de superar Célio Taveira, o camisa 9 do Fluminense tem à sua frente o ex-centroavante Palhinha (25 gols) que fez história no Cruzeiro nos anos 70. “Isso faz parte da carreira. Da mesma forma que eu bati a marca do Palhinha, será legal ser superado por um grande jogador como o Fred. Tenho muito orgulho de ser o maior artilheiro brasileiro da Libertadores desde 2005. Mas, essas coisas passam”, comentou o jogador que foi campeão do torneio pelo São Paulo.

E, de fato, Fred vem quebrando marcas importantes nos últimos tempos. Recentemente, ele atingiu os 185 gols pelo Fluminense e tornou-se o segundo maior artilheiro da história do clube, superando Orlando Pingo de Ouro. Também no atual Campeonato Carioca ele anotou o gol de número 400 da sua carreira na vitória sobre o Nova Iguaçu.

Assim, confirma cada vez mais a condição de ídolo de um dos maiores clubes do Rio de Janeiro. Tudo isso depois de superar a desconfiança de sua volta às Laranjeiras, no ano passado. “Confesso que eu mesmo não acreditava tanto em mim. Vocês torcedores confiaram e me deram força. Eu vim de um ano muito difícil, seis meses sozinho lá na roça com o Chico (Jefferson Souza, preparador físico). Sinceramente, eu tinha convicção que não iria chegar nenhuma proposta para mim", disse Fred, ao site do Fluminense.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Confesso que eu mesmo não acreditava tanto em mim. Vocês torcedores confiaram e me deram força
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Fred, atacante do Fluminense

O próximo objetivo do artilheiro pode ser alcançado no Campeonato Brasileiro deste ano. Atualmente com 152 gols no Nacional, ele pode superar Romário (154) e Edmundo (153) e passar a ocupar o segundo lugar na lista, atrás apenas de Roberto Dinamite (190). Marcas que a longínqua carreira de Fred vem tentando ultrapassar.

No seu histórico, Fred também tem uma outra marca importante na competição: foi o goleador da edição do Nacional de 2014 com 18 gols. A artilharia acabou vindo com uma resposta aos críticos que o elegeram como um dos vilões da vexatória derrota por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo no Brasil.

Os maiores artilheiros brasileiros na Libertadores

Luizão - 29 gols em 42 jogos

Palhinha - 25 gols em 30 jogos

Célio Taveira - 22 gols em 43 jogos

Jairzinho - 21 gols em 36 jogos

Fred - 21 gols em 35 jogos

Guilherme – 19 em 27 jogos

Ricardo Oliveira - 19 gols em 34 jogos

Tita – 18 gols em 43 jogos

Marcelinho – 18 gols em 49 jogos

Pelé – 17 gols em 15 jogos

Robinho - 17 gols em 45 jogos

Gabigol - 17 gols em 25 jogos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.