Luizão diz que Hicks lhe deve dinheiro

O atacante Luizão, do Corinthians, admitiu nesta quinta-feira que a Hicks Muse lhe deve dinheiro, mas evitou dar detalhes do assunto. "Vamos chegar a um acordo", disse o atacante. "Isso é para ser discutido internamente, e o que me espanta são os valores divulgados. Isso pode dar problemas diante da situação que o País atravessa", afirmou o atacante, ao afirmar que boa parte dos seus salários são pagos pela empresa norte-americana. Considerado um dos maiores investimentos que a empresa norte-americana, o atacante não quer servisto como uma das opções para o fim da crise financeira no relacionamento entre a Hicks Muse e o clube do Parque São Jorge. Por esse motivo, Luizão disse que não quer ver o nome novamente envolvido em uma possível negociação para o exterior. "Gostaria de ter tranqüilidade para poder pensar em jogar futebol. Não agüento mais essa situação e queria pelo menos uns seis meses de sossego", afirmou o atacante, que teme não render tudo o que pode no Corinthians e dessa forma ficar fora daCopa do Mundo. Luizão deixou nesta quinta-feira o Parque São Jorge pensando até em se reunir com os dirigentes da Hicks Muse para esclarecer muitos assuntos entre eles o acerto financeiro com a empresa e a especulação sobre a negociação. "Estou cansado disso. Pelo o que sei não tem nada do interesse do futebol espanhol. Tenho muitos amigos lá, e ninguém me falou nada sobre isso, mas os comentários, os boatos atrapalham", disse o atacante, que se recupera de um problema muscular na coxa. Por causa deste problema, ele deverá continuar fora da equipe nos dois próximos jogos da equipe, contra a Portuguesa, domingo, no Canindé, pelo Torneio Rio-São Paulo, e contra o Americano, quarta-feira, em Campos, pela segunda fase da Copa do Brasil. O empresário do jogador, Francisco Monteiro, o Todé, negou a possibilidade, no momento, de uma transferência do atleta para o exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.