Luizão é apresentado no São Paulo

O atacante Luizão foi apresentado neste sábado pela manhã como reforço do São Paulo para o Campeonato Paulista e a Copa Libertadores da América. Aos 30 anos, o ex-jogador chegou ao novo clube depois de não ter acertado a transação com o Corinthians. "É uma grande chance na minha carreira, voltar a um grande clube e ajudar o São Paulo a conquistar títulos", afirmou o atacante, campeão da Copa de 2002 pela Seleção Brasileira, após vestir a camisa do novo clube ao lado do presidente Marcelo Portugal Gouvêa.Revelado pelo Guarani e com passagens por Palmeiras, Corinthians e La Coruña, Luizão assinou contrato por um ano - receberá cerca de R$ 80 mil mensais - e tem a confiança do técnico Emerson Leão. "Não importa os problemas de saúde que ele já teve. Interessa o quanto ele pode ser útil ao São Paulo", disse o treinador.Luizão é o quarto reforço da equipe, que já havia apresentado os volantes Josué e Mineiro e o atacante Falcão, na sexta-feira.Otimismo - Com a chegada de Luizão, Emerson Leão está otimista com sua nova dupla de ataque. Acha que o time pode obter sucesso com Grafite e Luizão. Acredita que pode combinar bem a experiência de Luizão com a boa fase de Grafite, que terminou 2004 como goleador.De qualquer maneira, Leão ganha nova opção e o ?matador? que estava esperando. Desde que Luís Fabiano deixou o clube para defender o Porto, de Portugal, o time ficou sem um atacante com as características de Luizão. O treinador são-paulino poderá, ainda, contar com Diego Tardelli, que também teve boas atuações nos últimos jogos da última temporada.Nós próximos dias, definirá se vai armar o time com três zagueiros - Lugano, Rodrigo e Fabão - ou com apenas dois. Pode até começar o Paulista com três defensores, mas sua idéia é reduzir a dois. Falcão, o melhor do mundo no futsal em 2004, será utilizado como meia-atacante.A diretoria tricolor ainda busca mais um meio-campista e, assim, encerrará o ciclo de contratações. O clube, embora não tenha dívidas, não vive situação financeira confortável. Por isso, não investiu alto no futebol. O presidente Marcelo Portugal Gouvêa acredita em boa campanha no ano, pois acha que a base é boa. E nenhum dos titulares do Brasileiro, no qual o time ficou na terceira colocação, deixou o Morumbi.Os dirigentes esperam arrecadar bastante com a Libertadores, como em 2004, quando obteve média de 52 mil torcedores por jogo no Morumbi. Por isso, o clube decidiu lançar um carnê que dá direito aos três jogos da primeira fase em São Paulo, a fim de facilitar a vida dos são-paulinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.