Luizão está perto do São Paulo

?Se o São Paulo quiser, eu assino o contrato agora.? Foi com esse entusiasmo que o atacante Luizão respondeu às especulações de que será jogador do São Paulo a partir de janeiro. A frase foi dita após a primeira sessão de fisioterapia no São Paulo. O atacante, que há dois meses deixou o Botafogo, passou por duas duas artroscopias no joelho direito.Marco Aurélio Cunha, médico e superintendente do clube, acredita que a vinda de Luizão está próxima. ?Já pedi ao presidente para que a transação se concretize. E o fato de ele querer ficar aqui é o primeiro grande passo para que isso ocorra.? Cunha garante que o jogador vai se recuperar totalmente das operações. ?Eu banco sua recuperação. Observei seu joelho, vi as fotos após a operação e vou acompanhar a fisioterapia. Em janeiro ele estará jogando em algum time. Tomara que seja no São Paulo.?Antes das duas artroscopias, Luizão havia feito, em 2001, um operação nos ligamentos cruzados do mesmo joelho. Mesmo assim, Marco Aurélio não se assusta. ?O joelho dele está melhor do que o de muita gente que está jogando futebol por aí. Tenho certeza.? O namoro é firme. ?Nós não gostamos de noivado, porque enrola muito. Vamos tratar logo desse casamento.?Falta acertar o salário para que o negócio saia, mas isso também não deve ser problema. ?O Luizão sabe das possibilidades salariais do São Paulo. Sabe que são bem diferentes da Europa e, como disse que deseja ficar aqui, dinheiro não será problema?, diz Marco Aurélio. O São Paulo aceitaria pagar em torno de R$ 130 mil a Luizão, aproximadamente o que recebe Júnior.CAUTELA - Luizão garantiu que não terá problema algum em se adaptar ao São Paulo. ?O Leão me convocou para a Seleção e me dei muito bem com ele. Trabalhei com o Carlinhos Neves no Palmeiras, com o Marco Aurélio no Guarani, e conheço muito o Rosan (Luís Alberto, fisioterapeuta do São Paulo). Se vier para cá, vou me adaptar rapidamente.?O atacante fez 15 jogos pelo Botafogo no Campeonato Brasileiro. Por essa razão, não pode jogar em outro clube em 2004. Não fosse por isso, ele acredita que poderia voltar ao futebol já em dezembro. ?Como não posso jogar, faço a recuperação com mais calma e depois volto com tudo. Minha preferência é ficar no Brasil e o São Paulo, que me acolheu tão bem, é uma das melhores opções.?Luizão já teve uma conversa com o presidente Marcelo Portugal Gouvêa, que adota uma postura mais cuidadosa sobre a provável contratação. ?Ele vai ficar o tempo que quiser aqui no São Paulo, se recuperando. Temos um grande prazer em recebê-lo aqui no clube. Depois de todo o trabalho, no final do ano, faremos uma avaliação de suas condições físicas e também de suas pretensões salariais. Se tudo der certo, ele fica conosco.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.