Luizão se apresenta ao Botafogo

O atacante Luizão, que estava no Hertha Berlim, da Alemanha, foi apresentado nesta sexta-feira como o mais novo reforço do Botafogo para a disputa do Campeonato Brasileiro. No ano do centenário, o presidente do clube, Bebeto de Freitas, promete duas outras contratações de impacto. Os nomes, porém, são mantidos em total sigilo. "Um pentacampeão chegou, mas não paramos por aí. Teremos um time forte para o restante do ano", afirmou o dirigente. Luizão assinou contrato até 2005, com a possibilidade de renovação até o fim do mesmo ano. Sua estréia ocorrerá apenas no Brasileiro por dois motivos: as inscrições no Campeonato Carioca já foram encerradas e o jogador ainda precisa recuperar a forma física. Segundo ele, serão necessários cerca de 20 dias de treinamentos para resolver o problema. Aos 28 anos e com um título de campeão do mundo na bagagem (Copa do Mundo de 2002), Luizão chega ao Botafogo com status de ídolo. "Escolhi um projeto sólido para voltar ao Brasil. Posso confiar nas pessoas que comandam o clube", afirmou o atleta, ressaltando que a questão financeira não foi empecilho. "Evitei um leilão pela minha contratação. E disse ao Bebeto para que me pagasse o quanto pudesse. Ninguém deve prometer milhões sem ter condições de cumprir." Luizão aproveitou para lembrar que já trabalhou com o técnico Levir Culpi. Foi em 1993, quando ambos estavam no Paraná. "Ele me conhece desde que eu tinha 16 anos. É muito bom voltar a tê-lo como treinador", disse o jogador, que também é amigo do zagueiro João Carlos, do lateral-esquerdo Jorginho Paulista, do volante Fernando e do meia Valdo. Levir Culpi, por sua vez, não escondeu a felicidade em ter o atacante à sua disposição. "O Luizão é um obstinado pelo gol. E o Botafogo precisa disso. Ele é um atleta de muitas qualidades." Time - Os jogadores voltaram aos treinos nesta sexta-feira após a derrota para a Cabofriense, na tarde de quinta-feira, pelo segundo turno do Campeonato Carioca. Agora, o elenco alvinegro só pensa no clássico com o Flamengo, domingo, no Maracanã. Somente uma vitória manterá a equipe com chances de classificação às semifinais da Taça Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.