Luizão vai jogar contra o Palmeiras

Luizão vai jogar contra o Palmeiras, apesar do imenso corte que sofreu no lado esquerdo do rosto, após um choque com o volante Reginaldo Nascimento, no final do primeiro tempo do jogo deste sábado. Foram 19 pontos, formando um M, desde o supercílio até o malar. "Ele vai jogar, tenho certeza. Já fizemos o tratamento e é só esperar pela cicatrização", disse Marco Aurélio Cunha, médico e superintendente de futebol. Para esse jogo, os ingressos começam a ser vendidos na segunda-feira e não haverá venda no dia do jogo. Os dois mil ingressos reservados à torcida do São Paulo serão vendidos no Morumbi.Os jogadores comemoraram muito a vitória deste sábado. "Minha mulher, a Amanda, sonhou que eu ia fazer um gol e ele saiu. A Amanda está grávida de quatro meses e o gol foi uma homenagem para o meu filho", disse Fabão.Para Rogério Ceni, os três pontos foram muito importantes. "O Botafogo ganhou mais uma e não pôde escapar da gente. O jogo deste sábado foi duro e o do Palmeiras vai ser ainda pior."Contratação - Uma reunião entre o empresário Juan Figer e diretores da Ponte Preta, a se realizar na segunda-feira, pode definir a contratação do atacante Roger pelo São Paulo. Em Campinas, a transferência é dada como certa, mas dirigentes do São Paulo não têm tanta certeza.A única certeza é que, mesmo se for contratado, Roger não será inscrito para a série de jogos contra o Palmeiras. As inscrições terminam nesta segunda. O técnico Paulo Autuori disse aos diretores do clube que não faz questão, no momento, de um lateral para a reserva de Cicinho. Prefere que os esforços se dirijam a um meia e a um atacante. Falcão e Jean, que disputaram a primeira etapa da Libertadores, não estão mais no clube.A negociação com França é bem mais difícil que a de Roger. A diretoria diz que está interessada no jogador, mas sabe que a tendência é de acerto com algum outro time europeu.Para o jogo de quarta-feira, contra o Palmeiras, pelas oitavas-de-final da Libertadores, Paulo Autuori poderá escalar o zagueiro Lugano. O uruguaio cumpriu neste sábado a segunda das três partidas de suspensão que está cumprindo por haver pisado no pé do atacante Leandro, do Fluminense, na primeira rodada do Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.