Luizão vai manter ação contra clube

O atacante Luizão não vai retirar a ação na Justiça do Trabalho contra o Corinthians e a Hicks Muse, parceira do clube. Indignado com a falta de consideração dos dirigentes, o jogador revelou que há três meses enfrentava problemas com o atraso dos pagamentos no Parque São Jorge.A gota d?água para que o atleta deixasse o Corinthians e entrasse na justiça foi a declaração do representante da Hicks Muse no Brasil, Dick Law, que, segundo o jogador, mandou que ele fosse procurar seus direitos na justiça. "Ele me falou isso mesmo. E mais: que na justiça o problema iria se arrastar por uns três anos, por isso queria que eu aceitasse sua proposta para fazer o acordo. Claro que não aceitei", disse Luizão."Dei até duas notas para a empresa (o atacante é pessoa jurídica), não recebi o salário e ainda paguei os impostos. Os dirigentes queriam também que eu, como capitão do time, convecesse alguns jogadores para reduzir seus salários. Também não fiz isso", garantiu Luizão.Antes de entrar na Justiça, o atacante admitiu que ouviu a família, os amigos e teve até uma reunião com os líderes da Gaviões da Fiel. "Não estava mais com a cabeça no lugar, por causa da situação. Todo mundo me deu apoio, por isso fui mesmo para a justiça. Não ganhei a liminar, mas na audiência de quarta-feira com o juiz já terei uma outra situação", disse Luizão, que garantiu não ter feito contato com clubes do futebol brasileiro ou do exterior.O atacante ressaltou que não teme ficar de fora da Copa do Mundo. Recentemente, ele conversou com o técnico da seleção, Luiz Felipe Scolari, e foi orientado para entrar em forma o mais rápido possível.Preparativos - Luizão admitiu não estar mesmo em condição de participar do amistoso da seleção contra a Islândia, dia 7, em Cuiabá. Mas está com o pensamento no Mundial. "É claro que o treinador não me garantiu um lugar na seleção para a Copa, mas disse para eu não parar de treinar, superar um probleminha de atrofia na perna", contou o jogador, que está se exercitando em uma academia. Luizão faz ainda tratamento para se livrar de uma contusão na coxa."Até maio, quando sairá a convocação definitiva para a Copa do Mundo, estarei finalmente na forma ideal, e com o futuro definido", afirmou o atacante, na expectativa do nascimento da filha prevista para quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.