Andrew Couldridge/ Reuters
Andrew Couldridge/ Reuters

Luke Shaw passa por cirurgia após sofrer fratura dupla na perna

Clube não divulga tempo de recuperação do lateral-esquerdo

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 09h58

O Manchester United confirmou nesta quarta-feira que o lateral-esquerdo Luke Shaw passou por cirurgia na perna direita, em que sofreu duas fraturas, e permanecerá em Eindhoven, na Holanda, na fase inicial do seu processo de recuperação.

Shaw sofreu as fraturas após ser alvo de uma dura entrada do adversário Hector Moreno, do PSV Eindhoven, durante o primeiro tempo do jogo de estreia do Manchester United na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, na última terça-feira, na Holanda, que terminou com o triunfo do time da casa por 2 a 1.

Nesta quarta-feira, o Manchester United divulgou um breve comunicado revelando que Shaw passou por cirurgia ainda na noite de terça, sem, porém, apresentar uma previsão sobre o período de afastamento dos gramados do lateral-esquerdo inglês.

"Luke foi operado de sua lesão na noite de terça-feira e ficará no hospital de Eindhoven para a recuperação pós-operatória. O Manchester United reconhece a grande atenção que recebeu e agradece a todas as mensagens de apoio. Mais informações serão publicadas em seu devido tempo", anunciou o clube.

Apesar da dura entrada, o árbitro nada marcou no lance e Moreno ainda marcou o primeiro gol da vitória de virada do PSV. A dor foi tamanha que Shaw precisou de oxigênio ao ser atendido pela equipe médica. Ele deixou o gramado chorando.

Shaw vinha sendo um dos destaques do Manchester United neste início de temporada. Contratado ao Southampton no meio de 2014, por 27 milhões de libras, o jovem, então com 18 anos, teve muita dificuldade em seu primeiro ano no clube, mas na temporada 2015/2016 encontrou sua melhor forma e vinha sendo titular absoluto com o técnico Louis Van Gaal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.