Lula diz que deixará Suíça 'com duas vitórias'

Lula disse que Copa no Brasil 2014 e melhores relações com Suíça foram conquistas.

Thomas Pappon, BBC

30 de outubro de 2007 | 10h15

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira em Zurique, na Suíça, que deixará a Suíça "com duas vitórias"."Uma será levar a Copa ao Brasil em 2014", disse Lula. "A outra é a boa relação entre Suíça e Brasil que poderá se aperfeiçoar após a nossa visita."Falando em uma entrevista coletiva após um encontro com a presidente da Suíça, Michelline Calmy-Rey, Lula disse que quer aprofundar a relação entre os dois países."Aqui não há jornalista que não tenha consumido chocolate da Nestlé ou tomado remédios suíços", disse o presidente, que esteve acompanhado do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.Amorim lembrou que a Suíça é o quarto maior investidor estrangeiro no Brasil.No ano passado, o país europeu investiu US$ 1,6 bilhão no Brasil, elevando para US$ 5,4 bilhões o estoque de investimentos suíços no Brasil. Os setores mais beneficiados foram o bancário, o alimentício e o químico-farmacêutico.Segundo o Itamaraty, o Brasil exportou US$ 845 milhões para a Suíça em 2006, 58% a mais do que em 2005.Foram importados US$ 1,3 bilhão do país. De janeiro a setembro de 2007, as exportações aumentaram em 44%. O Brasil exporta alumínio e pasta química de madeira para a Suíça e importa produtos farmacêuticos.Lula prometeu agendar uma visita de Estado à Suíça no ano que vem. Seu encontro com a presidente foi o único compromisso oficial do presidente no país.Ele veio acompanhar o anúncio da Fifa que deve confirmar o Brasil como sede da Copa de 2014. Lula deve retornar ao Brasil no final da tarde, logo após o anúncio.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.