Lula e personalidades do esporte lançam a Timemania

Loteria serve para pagar dívidas dos times com o governo e terá seu primeiro sorteio no dia 1 de março

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

18 de fevereiro de 2008 | 16h56

A Timemania, nova loteria criada pelo governo federal para ajudar os clubes a quitarem suas dívidas com órgãos públicos, foi lançada oficialmente nesta segunda-feira em cerimônia no Palácio do Planalto, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro do Esporte, Orlando Silva Junior, e personalidades do esporte, como Pelé, além do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF),  Ricardo Teixeira.Veja também: Entenda o que é a Timemania, nova loteria do futebol Conjur: Timemania ajuda mais o governo do que os clubesCom previsão de arrecadar R$ 520 milhões nos primeiros 12 meses - e estimativa de R$ 239 milhões distribuídos em prêmios -, a Timemania terá seu primeiro sorteio no dia 1 de março. Serão cinco faixas de premiação: ganha quem acertar 7, 6, 5, 4 ou 3 dos 7 números sorteados, além do prêmio para o Time do Coração (com base nos nomes dos clubes). A aposta custará R$ 2 (mais caro que a Mega Sena, que custa R$ 1,50).Por ser uma forma de quitar dívidas sem que os clubes precisem tirar dinheiro do bolso, todos, obivamente, comemoram. "O esporte nacional precisa modernizar-se, melhorar a infra-estrutura e oferecer melhores condições de treinamento para os atletas, e a Timemania abre caminho para essa evolução", diz Bebeto de Freitas, presidente do Botafogo, um dos clubes que mais brigaram nos bastidores para que a loteria fosse criada.O VOLANTE  "A maioria dos clubes não teria a menor condição de quitar as dívidas. Muitos já estavam em estado de concordata ou falência. Com isso [a Timemania], ganham todos, os clubes, o governo e a sociedade", afirma o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, em comunicado. Mário Sérgio Martins, vice-presidente do Internacional, conta o que o clube fez. "Parcelamos nossa dívida em 240 meses. O Inter não vai usar o dinheiro para outra coisa que não seja quitar a dívida tributária. Abrimos mão de algumas dívidas que estavam sendo contestadas na justiça para aderir à Timemania, porque é interessante para o clube", afirma. PROCURA AO DESCONHECIDOAntes mesmo do lançamento da loteria, muitas pessoas nas ruas já perguntavam sobre a Timemania. Em três agências lotéricas da zona norte de São Paulo, por exemplo, os funcionários confirmam a procura pelo novo volante. "Muita gente pergunta, mas não recebemos nada ainda. Aliás, qual é o nome mesmo? Time o quê? Muita gente nem sabe isso, mas quer apostar no time", diz Maria Conceição Silva, atendente de uma das agências.O volante para apostas, que será permanente, como o das outras loterias da Caixa, deve estar à disposição nas lotéricas a partir da próxima semana. O modelo é o da imagem ao lado.SEM PALAVRASLula não fez discursos durante a solenidade. Ao descer a escada do terceiro andar do Planalto, onde fica o gabinete de trabalho, para o segundo, local da solenidade, o presidente também evitou comentar com jornalistas sobre a nova loteria. Ele não respondeu a uma pergunta se a Timemania era um prêmio do governo a clubes com administrações fracassadas e cartolas corruptos. (com Fabio Graner e Leonêncio Nossa, de O Estado de S. Paulo).

Tudo o que sabemos sobre:
LulaTimemania

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.