Lula elogia seleção feminina e pede atenção para a modalidade

Presidente também defende a criação de campeonatos para difundir o esporte em todos os cantos do País

01 de outubro de 2007 | 09h10

Em seu programa semanal de rádio, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou nesta segunda-feira a participação da seleção feminina de futebol na Copa do Mundo da Fifa. O Brasil ficou com o vice-campeonato ao ser derrotado pela Alemanha por 2 a 0.  Veja também: Crônica do jogo: Alemanha 2 x 0 Brasil Para imprensa alemã, jogadora Marta é 'estrela imperfeita' Lula também pediu mais atenção para o futebol feminino e disse que as meninas representaram com muita honra o País, mesmo com todas as dificuldades que elas encontraram para praticar a modalidade. "Eu acho que nós temos que nos preparar para outros embates, ou seja, essas meninas não podem jogar apenas de quatro em quatro anos ou jogar de quando em quando", disse Lula. "É preciso que a gente dê mais atenção ao futebol feminino, porque elas, com esforço próprio, se transformaram em motivo de orgulho para todos os brasileiros." Para o presidente, o espírito e dedicação das atletas devem ser valorizados. "A seleção brasileira enaltece não apenas o nome do Brasil, mas o esporte brasileiro. Acho que essas meninas precisam, na verdade, levantar a cabeça, saber que nós estamos começando um processo muito grande." Na última semana, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a criação da Copa do Brasil de futebol feminino, que será disputada no final de mês - o torneio terá o mesmo molde da Copa do Brasil de clubes. É a primeira ação da entidade com base em criar um torneio nacional para as mulheres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.