Lula lamenta eliminação do Brasil na Copa do Mundo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou nesta segunda-feira em público a derrota da seleção brasileira para a França nas quartas-de-final da Copa do Mundo. Em discurso na solenidade de posse do novo ministro da Agricultura, Luís Carlos Guedes Pinto, ele demonstrou decepção com a saída "tão cedo" do time do campeonato mundial. Pouco antes, Lula mandou o porta-voz André Singer relatar tristeza que teria sofrido com a eliminação do Brasil. "O presidente disse que começou a semana com a cabeça ocupada pelo resultado do jogo de sábado", contou Singer, sem dar detalhes da reação de Lula. Em comentários sempre após os primeiros jogos da seleção na primeira fase, o presidente fez questão de ressaltar que não gostou da atuação do ataque, especialmente de Ronaldo, com quem travou polêmica em relação ao peso do jogador. No Palácio do Planalto, ministros e assessores avaliaram que Lula não perde nada com a derrota da seleção no processo eleitoral. Eles, no entanto, admitem que o presidente deixou de lucrar com o fim do sonho de mais um título. Antes do jogo de sábado, o presidente chegou a convidar a seleção e o técnico Parreira para um encontro no Planalto, independentemente do resultado da partida contra a França. Nesta segunda, no entanto, os assessores não comentaram mais o assunto. Em entrevista, o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse que o Brasil é um país "suficientemente" maduro para separar política e futebol. Repórteres observaram, porém, que Lula em discursos e eventos não costuma fazer essa separação. "O presidente não separa? Como não separa? Qualquer brasileiro fala de futebol", rebateu Tarso. "Não há nenhuma utilização por parte de ninguém, da oposição ou do governo, em relação ao futebol", afirmou. "Eu não acredito que Geraldo Alckmin (candidato tucano) tenha torcido para o Brasil perder", ironizou.

Agencia Estado,

03 Julho 2006 | 20h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.