Lula pede para Ronaldo marcar gol no domingo

Prestes a embarcar para uma viagem de 11 dias a Turquia, Arábia Saudita e China, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou nesta sexta-feira sua última entrevista no Brasil para falar do seu time do coração, o Corinthians.

AE, Agencia Estado

15 de maio de 2009 | 19h26

Aos jornalistas que o esperavam na base aérea, pediu que torcessem para o atacante Ronaldo fazer um gol no domingo, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. "Primeiro, quero pedir um favor para vocês: eu não vou estar aqui no domingo. Por favor, torçam para o Ronaldão marcar um gol no domingo", disse Lula ao iniciar a entrevista.

O presidente ainda lembrou o encontro com o jogador na última semana, em São Paulo, quando trocaram passes de cabeça. "Você me viu jogando de cabeça com ele? Quem foi que parou? Foi ele", lembrou. Mas, na continuação da conversa, ao ser perguntado se estava querendo também a convocação de Ronaldo para a seleção, respondeu que não.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.