Lusa a um empate do quadrangular

A Portuguesa ficou a um empate de conseguir a classificação para o quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer a Marília, por 2 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio do Canindé, em São Paulo. O time paulistano somou nove pontos e ficou na segunda colocação pelo Grupo B. O Marília continuou com nove pontos e na terceira posição. Assim, basta um empate da Lusa contra o já eliminado Guarani, na rodada final em Campinas. O Marília precisa vencer em casa o Náutico e torcer por uma vitória do Guarani, para se igualar em pontos - 9 - e brigar no saldo de gols, que no momento é favorável à portuguesa - 1 contra -4 do Marília. "Ainda falta um ponto, mas demos mais um passo importante", comentou o meia Cléber, que marcou um gol de falta, chegando aos 12 gols na competição. As cobranças de faltas foram os momentos mais empolgantes de um primeiro tempo de forte marcação e poucos chutes a gol. O Marília teve as primeiras chances, na cobrança de falta de Luizinho Neto aos 15 minutos, acertando o travessão e em grande jogada de Ricardinho, que passou para Chico Marcelo chutar para fora, de dentro da área. A Portuguesa que teve um único bom momento não desperdiçou. O meia Cléber bateu falta com força e acertou o ângulo direito, aos 33 minutos. A Portuguesa melhorou no segundo tempo com a entrada do jovem atacante Celsinho no lugar do apagado Leandro Amaral e ao contrário do Marília, conseguiu finalizar a gol. Ele fez "fumaça", dando mais velocidade e movimentação ao ataque. Tanto que teve participação direta no segundo gol. Aos 19´, Johnson chuta muito mal, de frente para o gol, Celsinho aproveitou a sobra e cruzou para o próprio Johnson chutar de primeira e marcar o segundo gol. A partir daí, o Marília desestruturou-se ainda mais e a Portuguesa garantiu a vantagem, recuando ainda mais. "Foi uma vitória justa, porém, não podemos comemorar a vaga antes da última rodada", alertou o técnico Giba.

Agencia Estado,

08 de outubro de 2005 | 18h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.