Lusa admite atraso no planejamento e anuncia dono de padaria para vice de futebol

Falar que a Portuguesa está atrasada no seu planejamento para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C é algo óbvio. Mas o próprio presidente José Luiz Ferreira admite isso. A novidade nos lados do Canindé é a nomeação do vice-presidente de futebol: Renato Evaristo.

Estadão Conteúdo

18 de maio de 2016 | 19h11

Zé Luiz afirmou que Renato, dono de uma padaria de São Paulo, foi escolhido por ser alguém de "fora do ambiente" pesado do Canindé. O mandatário também disse que já perdeu o prazo ideal para a montagem do elenco, que segue sem nenhuma novidade.

Antes da estreia na Série C, na próxima segunda-feira, a Portuguesa entra em campo nesta quinta em confronto contra o Vitória, em Salvador, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil. Na ida houve empate sem gols. Quem ganhar leva a vaga e o empate sem gols, de novo, obrigará a cobrança de pênalti. Empate por qualquer contagem com gols e a classificação será da equipe paulista.

A Portuguesa buscou por parcerias. Chegou, inclusive, a conversar com o Audax, mas as negociações não passaram do primeiro contato. Como o time está praticamente sem receita, a meta é trazer jogadores a custo zero, mas a diretoria tem encontrado dificuldades para achar um parceiro interessado em ceder atletas.

O presidente também anunciou um acordo com a empresa de marketing MediaCom, que além de gerenciar os departamento de marketing e comunicação do clube, também captará recursos sem custos para a Portuguesa, mas com lucro em cima da porcentagem do que for captado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.