Lusa certa que vai ganhar do São Paulo

Giba, Gléguer, Washington e Rai, alguns dos principais personagens da Portuguesa nesta briga para tirar a equipe da zona de rebaixamento, mandam um recado para os jogadores do São Paulo: "a comemoração terá de esperar. O título de campeão paulista não será consumado diante da Lusa." Lusa e São Paulo se enfrentam logo mais às 20h30 no Pacaembu, e se o Tricolor vencer conquista o título Paulista de 2005 por antecipação.Existe em Itu, onde a delegação do Canindé buscou forças durante a semana para enfrentar o líder do Estadual, a certeza de que o time comandado pelo técnico Giba irá aprontar nesta quinta-feira.Além de estragar a festa tricolor, condenará o adversário à sua primeira derrota na temporada. Uma façanha e tanto, diga-se, para uma Portuguesa que em 15 partidas venceu apenas três vezes e sempre esteve com a corda no pescoço na zona de descenso. Mas é o que se acredita no grupo. O exemplo da vitória contra o Palmeiras e a dificuldade que o São Paulo encontrou diante de oponentes mais fracos, como o Rio Branco e o União Barbarense, são comentados a todo instante entre os jogadores.É discurso pronto, graças um pouco ao trabalho psicológico de Giba com o elenco. O São Paulo será campeão em cima da Lusa? Washington, que amarrava sua chuteira antes do treino de ontem, respondeu. "É claro que não. O São Paulo terá de esperar um pouco mais. Temos certeza que vamos somar três pontos nesta partida", disse o homem gol da Portuguesa, que chegou ao clube há um mês e já balançou a rede quatro vezes.Quem conhece o elenco do Canindé sabe bem que as bravatas não são provocações. Em verdade, o que os jogadores da Lusa menos querem nesse momento é provocar a ira dos rivais do Morumbi. Se derrotar o líder do Paulistão é façanha ainda para acontecer, muito pior seria enfrentá-los com mais gana que o normal. Ocorre, porém, que a Portuguesa precisa mais do que ninguém desses três pontos para sair da zona de rebaixamento pela primeira vez. Daí tanta confiança."Temos de pensar positivo, acreditar que temos condições de superar o adversário e escapar do descenso. A Lusa tem camisa e tradição e digo que ela não vai cair", afirmou Giba.O capitão Gléguer, no treino desta quarta-feira, cansou de levar gols. Mas saiu de campo satisfeito. Sua explicação foi convincente: "Ora, estava enfrentando os atacantes principais do time. Então, valeu, porque eles fizeram a maioria dos gols." O goleiro da Lusa nunca sofreu um gol de Rogério Ceni. "Ele bate muito bem na bola, mas espero que não tenha chance contra mim."Antes do treino, o time ficou duas horas trancado na sala de conferência do SPA Sport Resort, concentração do time. Reunião e atenção na exibição de um vídeo: os 90 minutos do jogo do São Paulo com o Santo André. Na saída para o campo, um ponto de interrogação na fisionomia do elenco. O São Paulo tem mesmo provocado esta reação nos rivais."Vamos armar um esquema para parar o time, que é muito rápido sobretudo nos contra-ataques. Vamos conseguir", tem fé o volante Rai. "O São Paulo será campeão. O time merece, mas a festa não será diante da Portuguesa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.