Lusa começa 2005 como novo dirigente

A Portuguesa vive nesta segunda-feira um dia de renovação. Às 14h30, no Canindé, toma posse o presidente eleito Manoel da Lupa, escolhido pelos conselheiros do clube em 6 de dezembro para tirar a Lusa da difícil situação em que se encontra - o clube tem dívidas estimadas em R$ 250 milhões. Ao mesmo tempo, será apresentado o técnico Zé Teodoro, contratado em dezembro após um ano no Náutico. O ex-lateral pediu sete reforços à diretoria. Três deles podem vir do próprio Náutico: o zagueiro Batata, ex-Corinthians, quase confirmado, o goleiro Nilson e o lateral Marquinhos.O novo presidente da Lusa, ligado ao clube desde 1984, substitui Joaquim Alves Heleno, no cargo desde 2001. Lupa foi eleito com larga vantagem: 240 votos contra 83 de seu concorrente, José Luiz Ferreira Almeida. Assim que assumir, sua primeira tarefa será assinar a rescisão de contrato com a Ability Sports & Management, parceira do clube em 2004. A separação foi decidida em comum acordo, na semana anterior ao Natal.Em seguida, o novo presidente terá pouco mais de 15 dias para montar o time que estréia no Paulistão no dia 20, contra o Santos, na Vila. Além dos reforços que Zé Teodoro pode trazer do Náutico, o clube discute a renovação de alguns atletas que participaram da Série B em 2004.O goleiro Gléguer está praticamente confirmado e outros, como Almir e Leandro Amaral, também podem ficar. Em sua passagem pelos Aflitos, Zé Teodoro foi campeão pernambucano e levou o Náutico a liderar parte da 1ª Fase do Brasileirão da Série B, mas o time acabou eliminado na Fase Semifinal e não conseguiu o acesso. Junto com o técnico, serão apresentados nesta segunda-feira o auxiliar Roberto Moreno e o preparador físico José Luís Burale, o Tuco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.