Lusa empata em Rio Preto e fica longe das semifinais

Nos outros jogos da 16.ª rodada, Marília e Bragantino derrotaram Barueri e Juventus, respectivamente

Agência Estado

23 de março de 2008 | 21h08

Em jogo que teve um final emocionante, a Portuguesa empatou com o Rio Preto por 3 a 3, na noite deste domingo, no Estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, pela 16ª rodada do Campeonato Paulista. Com o resultado, a Lusa praticamente disse adeus à briga por uma das vagas às semifinais. Veja também: Classificação Resultados e calendário A Portuguesa está agora em 10.º, com 25 pontos, cinco a menos do que o quarto colocado no campeonato, o Corinthians. Já o Rio Preto, com apenas 12 pontos, segue em penúltimo lugar, seriamente ameaçado pelo rebaixamento. A diretoria do Rio Preto ofereceu um prêmio de R$ 100 mil a serem divididos entre os jogadores, caso eles consigam três vitórias nos últimos quatro jogos do Paulistão. Para conseguir o objetivo e escapar do rebaixamento, o Rio Preto terá de vencer o Paulista, em casa, além de Juventus e Guarani, ambos fora. Rio Preto3Marcelo Bonan; Rafael Lomas, Éder Baiano, Jéferson e Jorginho; Émerson     (Jhonny), Mário André, Ricardinho e Bady; Paulo Roberto (Bira    ) e Robson (Wesley)Técnico: José Carlos SerrãoPortuguesa3André Luiz; Patrício, Bruno Rodrigo    , Marco Aurélio (Thiago Carioca    ) e Bruno Recife    ; Dias, Erick, Carlos Alberto e Ramon (Miltinho); Rogério (Vaguinho) e Christian    Técnico: Vágner BenazziGols: Rogério, aos 8, e Ricardinho, aos 13 minutos do primeiro tempo; Wesley, aos 4, Miltinho, aos 17, Thiago Carioca, aos 39, e Jhonny, aos 45 minutos do segundo tempoÁrbitro: Marcelo Prieto AlfieriRenda: R$ 10.560,00Público: 843 pagantesEstádio: Anísio Hadad A Portuguesa, por sua vez, volta a jogar na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Palmeiras no Estádio Palestra Itália. E, apesar das chances mínimas de classificação, o time promete continuar brigando pela vaga. Neste domingo, a Portuguesa começou bem o jogo e abriu o placar logo aos oito minutos. O atacante Christian foi lançado, cruzou pela direita e Rogério, em condição legal, só teve o trabalho de completar dentro da área.  Depois disso, entretanto, o que se viu foi um domínio completo do Rio Preto. O time da casa pressionou e conseguiu chegar ao empate aos 13 minutos, quando o meia Ricardinho bateu de fora da área e o goleiro André Luiz acabou falhando. Mesmo acuada, a Lusa conseguiu evitar a virada na primeira etapa. No segundo tempo, contudo, o Rio Preto chegou ao segundo gol aos quatro minutos. O lateral Jorginho cruzou da esquerda, a bola desviou na defesa e sobrou para o atacante Wesley cabecear no canto direito. Apesar do domínio adversário, a Lusa chegou ao empate em uma falha do goleiro Marcelo Bonan. Miltinho bateu da intermediária e a bola entrou aos 17: 2 a 2. No final, o jogo ganhou emoção. Thiago Carioca recolocou a Lusa na frente, aos 39 minutos, quando bateu de perna esquerda após passe de Christian. Mas Jhonny deixou tudo igual aos 45, quando chutou no canto direito de André Luiz, que estava com a visão encoberta, e empatou para o Rio Preto.    MARÍLIACom o apoio de mais de oito mil torcedores, o Marília, enfim, saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. Jogando em casa, no Estádio Bento de Abreu, na noite deste domingo, o time venceu o Barueri por 1 a 0, em jogo válido pela 16.ª rodada. Além de se recuperar de duas derrotas seguidas, para são Caetano e Portuguesa, o Marília alcançou os 16 pontos e ocupa agora a 15.ª posição no Paulistão. Por outro lado, a derrota deixou o Barueri mais longe das semifinais - está com 26 pontos, em sexto lugar. BRAGANTINOO Bragantino acabou com a série de três jogos - dois pelo Campeonato Paulista e outro naCopa do Brasil - sem derrota do Juventus na noite deste domingo, pela 16.ª rodada do Paulistão, no Estádio Marcelo Stefani. O time de Bragança Paulista fez 3 a 2 no 'Moleque Travesso', com o gol da vitória sendo marcado aos 43 minutos por César Gaúcho. Mas o nome do jogo foi o goleiro Gilvan, do Braga, que defendeu dois pênaltis no segundo tempo.  Com isso, o Bragantino segue dentro da zona de classificação à disputa do título do interior, pois com 24 pontos é o 11.º colocado. Já o time da capital segue em situação complicada, pois soma 16 pontos, na 16.ª colocação, a uma posição da zona do rebaixamento.   Marília1Giovanni; Júlio César    , Gum    , Fernando e Serginho; Rafael Fefo, João Marcos    , Camilo     e Tiago Rodrigues (Bruno Faria); Miro Bahia (Amilton    ) e Fábio (Alan)Técnico: Ruy ScarpinoBarueri0Renê; Renato Santos, Diego     e Duílio (Leirivelton    ); Leanderson (Guaru    ), Rodrigo Pontes    , Flávio, Alex Maranhão e Márcio Careca; Thiago Humberto (André Néle) e PedrãoTécnico: Márcio AraújoGols: Fábio, aos 45 minutos do primeiro tempoÁrbitro: Rodrigo Guarizzo Ferreira do AmaralRenda: Não informadoPúblico: Não informadoEstádio: Bento de Abreu  Bragantino3Gilvan; Cris (César Gaúcho    ); Vanderlei e Hugo; Somália, Moradei, Tiago Matos, Léo (André Gaspar) e Paulinho; Bill (Malaquias) e NunesTécnico: Marcelo VeigaJuventus2Marcelo (Jonatas); Valdir, Cazaroto    , Vagner e Márcio Senna    ; Fernando Miguel    , Marcos Vinícius (Alan Dellon), Fernando Diniz e Naves     (João Paulo); Kanu e LimaTécnico: José Carlos FescinaGols: Nunes aos 38 e Bill aos 47 minutos do 1.º tempo. Lima aos 30, Somália (contra) aos 41 e César Gaúcho aos 43 minutos do 2.º tempoÁrbitro: Guilherme Cereta de LimaRenda: R$ 13.766,00Público: 1.101 pagantesEstádio: Marcelo Stefani

Tudo o que sabemos sobre:
Paulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.