Lusa encara duelo com o Santa como decisão

O jogo mais importante de todo o Campeonato Brasileiro da Série B. Assim a Portuguesa está tratando o compromisso desta terça-feira, às 20h30, contra o Santa Cruz, no Canindé. Para continuar sonhando com uma das oito vagas, a equipe paulista, com 25 pontos, na 12ª colocação, tem de vencer o rival, concorrente direto na classificação e, atualmente, na oitava posição, com 28 pontos. A Portuguesa quer acabar com o retrospecto dos últimos campeonatos, quando amargou só decepções e devolver alegrias à torcida lusa. Para isso, dedicação total. O técnico Heriberto da Cunha trocou a folga do fim de semana por trabalho intenso. Treinos puxados nos dois dias. Nesta segunda-feira, reapresentação às 15h30. No sábado, Heriberto definiu o time. Após trabalhos físicos, deu longo coletivo e definiu os substitutos de Capitão e Sérgio Manoel, suspensos. O primeiro volante será Ricardo Lopes, recuperado de entorse no tornozelo sofrido contra o Avaí, há duas semanas. Seu companheiro será o garoto Bruno, que venceu a concorrência com Lello e Rodrigo Costa, atletas que vinham sendo aproveitados com maior freqüência. Na zaga, William volta a fazer dupla com César e no ataque, Müller atua ao lado de Marcos Denner. Domingo foi dia de aprimorar os fundamentos. Heriberto treinou, à exaustão, finalizações e cruzamentos para a área. ?Temos de treinar, treinar duro e para a frente, só assim vamos vencer os jogos", justificou o treinador. Além de vencer o Santa Cruz, a Lusa, segundo os matemáticos do clube, necessita de outros 6 pontos para obter a tão sonhada vaga. Assim, teria de quebrar um tabu na competição, já que, fora de seus domínios, o máximo que conseguiu foi empatar. Terá de mudar a escrita contra Joinville ou Sport. Há, ainda, compromisso com o América-MG, também no Canindé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.