Lusa quer aproveitar os jogos em casa

A Portuguesa jogou bem melhor que o Sport, domingo, mas ficou no empate por 0 a 0. Ninguém comemorou o resultado no Canindé, mas o ponto ganho não foi de todo ruim para a equipe, que chegou aos quatro pontos em três partidas e não ficou distante do bloco dos oito primeiros da classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, o plano do técnico Paulo Comelli é vencer os próximos dois jogos em casa, contra o América-RN e o Caxias, e entrar de vez na briga por uma das vagas na próxima fase."Para uma equipe conseguir a classificação é preciso ter, pelo menos, 80% de aproveitamento em casa", disse Comelli. "Como vencemos a primeira partida no Canindé, contra o Bahia, se derrotarmos os dois próximos adversários, ficaremos entre os oito melhores." A diretoria e a comissão técnica decidiram cortar cinco jogadores do elenco, que não vinham sendo aproveitados na disputa da Série B: os zagueiros Émerson e Dênis, os meias Itaparica e Nenê e o lateral-esquerdo Júlio César.O meia Bechara, que trabalhou com Comelli no Marília, em 2003, é o novo alvo dos dirigentes da Lusa. O jogador negocia contrato com o clube e pode assinar o compromisso até o fim da semana.O elenco treinou nesta terça-feira em dois períodos: pela manhã, no Canindé, e à tarde, no CT do Parque Ecológico. O treinamento coletivo, principal trabalho da semana, será nesta quarta-feira à tarde, no Canindé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.