Lusa sofre, mas vence Figueirense

A Portuguesa voltou a vencer uma partida após 39 dias. Pela Copa do Brasil, o time do Canindé passou sufoco - esteve por duas vezes em desvantagem e levou três bolas na trave -, mas conseguiu virar o placar e bateu o Figueirense por 3 a 2, em Florianópolis. A Lusa iniciou pressionando e desperdiçando chances. Com 8 minutos foram três oportunidades perdidas. O Figueirense levava perigo apenas nas bolas altas. Em uma delas, Wellington abriu o placar, aos 10 minutos. Em boa jogada, aos 17 minutos, Lúcio driblou dois zagueiros e, de calcanhar, serviu Ricardo Oliveira, que empatou. O equilíbrio marcou os minutos seguintes, com chances para os dois lados. A Lusa criava mas, errava o gol, o Figueirense parava na trave adversária - foram três bolas. Quando todos esperavam o apito final, aos 45 minutos, Aldrovani, em jogada individual, colocou os catarinenses em vantagem. No intervalo, Renê Simões quebrou a rotina de fala mansa e elevou a voz para dar uma bronca em toda a equipe. Deu certo. Logo a 1 minuto, Ricardo Oliveira, com chute rasteiro, decretou a igualdade: 2 a 2. A vitória veio aos 32 minutos. Vinícius cobrou falta com violência, o goleiro espalmou. No rebote, Hernani completou: 3 a 2. O jogo de volta será quarta-feira, no Canindé. Antes, pega a Matonense pelo Paulista, domingo, também em casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.