Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Lusa x Guarani: atração no Canindé

Portuguesa e Guarani vão protagonizar o confronto entre o melhor ataque e a melhor defesa do Campeonato Paulista, neste domingo, às 16 horas, no Canindé. O atacante Cléber garante que, para o jogo, vai adotar um estilo mais "Mirandinha".Nas primeiras partidas da competição, o jogador dividia a responsabilidade dos gols com o também centroavante Lúcio, que foi expulso no jogo contra o União Barbarense. Com a escalação de Edson Araújo, a responsabilidade de Cléber aumenta por sua maior experiência. "Acho que tenho de ser mais Mirandinha: mais individualista, mais ousado", disse, fazendo uma alusão ao ex-atacante do Corinthians.Cléber não se impressiona com a defesa do Guarani que, junto com a da rival Ponte Preta, sofreu apenas três gols e é a menos vazada do Paulista. "Às vezes a defesa joga muito bem em uma partida, mas não em outra", explica. O atacante diz que irá atuar com Édson Araújo do mesmo jeito que fazia com com Lúcio. "Afinal, está dando certo."Edson Araújo promete velocidade. "Não quero entrar a 100 km/h, mas a 110 km/h", brinca o jogador, que sabe da fama do adversário. "Já sei que eles vão jogar em cima dos nossos erros." O centroavante afirmou que a volta do volante Edu Dracena deve complicar porque ele é "um marcador jovem e muito forte".Empolgação - Na defesa, a ordem é evitar empolgação para não ser pêgo no contra-ataque adversário, que conta com a velocidade do atacante Marcinho. Se a defesa do Guarani é boa, a da Portuguesa, com os zagueiros Tinho e Vinícius, também não deixa a desejar, pois só tomou um gol a mais que o adversário.O técnico Renê Simões, que completa 60 jogos na Portuguesa neste domingo, assistiu ao vídeo da partida e elogiou a defesa adversária. O segredo para livrar-se dela, o treinador não revela. "Senão vou ajudar o Carlos Alberto Silva", diz. Além de escolher Édson Araújo para o lugar de Lúcio, o técnico definiu durante a semana os substitutos de outros dois jogadores suspensos. O volante Ricardo Lopes entra na vaga de Sandro Fonseca e Rochinha, na do lateral Paulo Fabrício.Sem escolha - Carlos Alberto não esconde que usará o contra-ataque como principal arma, até porque não tem outra opção. "Ainda temos carências no ataque, então vamos mesmo reforçar o meio-campo e tentar surpreender nos contra-ataques. Não existe segredo", desmistifica o treinador. O atacante Zé Carlos, contratado do Botafogo, não vai estrear.O time ganhou um desfalque inesperado na sexta-feira à tarde, quando o zagueiro Marcelo Souza sentiu uma contusão muscular na coxa direita. Gláuber está escalado em seu lugar. O volante Edu Dracena e o meia Luiz Fernando vão substituir, respectivamente, Fausto e Renato, que estão suspensos. Na lateral direita, Márcio Rocha ocupa a vaga de Rafael, que também está machucado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.