Luverdense vira em cima do Santa Cruz e se reabilita

Depois de decepcionar a sua torcida e perder para a Ponte Preta, o Luverdense buscou a reabilitação ao vencer o Santa Cruz por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 34 pontos, o time do Mato Grosso é o sétimo colocado, enquanto que o clube tricolor pernambucano continua com 30, em 12.º lugar, acumulando a sua segunda derrota seguida fora de casa - tinha perdido para o Paraná, em Curitiba.

Estadão Conteúdo

17 Setembro 2014 | 00h05

Explorando bem o lado esquerdo, com o lateral Julinho e o atacante Keno, o Santa Cruz abriu o placar logo aos 13 minutos. Natan desceu em diagonal e bateu. No caminho, apareceu o braço do zagueiro Braga: pênalti. Na cobrança, Tony bateu bem no lado direito. O goleiro Gabriel Leite até caiu certo, mas não alcançou a bola.

Demorou para o time da casa se reequilibrar emocionalmente. E criou duas grandes chances para empatar. A primeira aos 25 minutos, quando o zagueiro Marllon raspou na bola, que sobrou para um biquinho de Reinaldo. A bola tocou na trave e saiu. Dez minutos depois, Rubinho cobrou falta no ângulo direito e Tiago Cardoso espalmou de mão trocada, em uma grande defesa.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Júnior Rocha fez duas mudanças importantes. Tirou o zagueiro Montoya e colocou Renato, além de reforçar a marcação pelo lado esquerdo do adversário. E pôs o esperto Felipe Alves no lugar do apagado Washington.

O Luverdense ainda deu sorte porque empatou na pressão inicial, aos 2 minutos. Rubinho recebeu a bola na frente da área e arriscou o chute. A bola quicou e ganhou altura, enganando o goleiro Tiago Cardoso. O mesmo Rubinho teve outras duas chances seguidas para desempatar. Aos 8, recebeu em velocidade na área e chutou na rede para fora. No minuto seguinte, pelo lado direito da área, ele fez o chute em diagonal e a bola, com todo capricho, bateu no pé da trave direita.

Sérgio Guedes sentiu que o Santa Cruz tinha perdido o domínio do jogo e tentou reforçar a marcação com Éverton Hora no lugar de Wescley, o jogador mais criativo do time pernambucano. Foi a opção para garantir o empate ou jogar por uma bola. O Luverdense continuou no ataque. Aos 19 minutos, Léo entrou sozinho na área e finalizou para fora. Aos 26, de novo com Rubinho de falta, a bola não entrou pela grande defesa de Tiago Cardoso.

O esforço e o melhor futebol do Luverdense, enfim, foi transformado em gol aos 32 minutos. O lateral Edinho desceu pela esquerda, levantou a cabeça e fez o levantamento bem alto. Na pequena área, Léo subiu mais do que a defesa para cabecear no alto.

Depois disso, o Santa Cruz ainda tentou o "tudo ou nada" com as entradas dos ofensivos Adilson e Renatinho, respectivamente, nos lugares de Sandro Manoel e Natan. Mas o time do Mato Grosso reforçou a marcação com a saída do atacante Léo para a entrada do volante Gilson. Deu certo para o time da casa.

Pela 24.ª rodada, no final de semana, o Luverdense vai até o interior paulista para medir forças contra o Bragantino, neste sábado, às 21 horas. O Santa Cruz vai buscar a reabilitação em casa, no mesmo dia, às 16h10, diante do Icasa.

FICHA TÉCNICA

LUVERDENSE 2 x 1 SANTA CRUZ

LUVERDENSE - Gabriel Leite; Jean Patrick, Montoya (Renato), Braga e Edinho; Carlão, Júlio Terceiro, Rubinho e Washington (Felipe Alves); Léo (Gilson) e Reinaldo. Técnico: Júnior Rocha.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Tony, Marllon, Everton Sena e Julinho; Bileu, Santo Manoel (Adilson), Wescley (Éverton Hora) e Natan (Renatinho); Flávio Caça-Rato e Keno. Técnico: Sérgio Guedes.

GOLS - Tony (pênalti), aos 13 minutos do primeiro tempo; Rubinho, aos 2, e Léo, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Braga, Renato e Montoya (Luverdense); Julinho e Bileu (Santa Cruz).

ÁRBITRO - Edivaldo Elias da Silva (PR).

RENDA - R$ 11.040,00.

PÚBLICO - 824 pagantes (1.224 no total).

LOCAL - Estádio Passo da Ema, em Lucas do Rio Verde (MT).

Mais conteúdo sobre:
futebol Série B Luverdense Santa Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.