Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Luxa: ‘Coronel Marinho tem de tirar a camisa do São Paulo’

Técnico do Palmeiras cobra a marcação de um pênalti e diz que arbitragem favorece rival nas partidas

Redação, estadao.com.br

24 de maio de 2009 | 19h03

O técnico Vanderlei Luxemburgo ficou irritado com a atuação de Rodrigo Braghetto no empate entre Palmeiras e São Paulo, no Palestra Itália. Para o treinador, o árbitro interferiu no resultado ao não marcar um pênalti sobre Diego Souza, aos 9 minutos do segundo tempo.

 

Veja também:

linkPalmeiras e São Paulo empatam por 0 a 0 no Palestra Itália

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

tabela Brasileirão Série A - Classificação e Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

 

E Luxemburgo escolheu o seu alvo: o presidente da comissão de arbitragem de São Paulo, o coronel Marcos Marinho. “O coronel Marinho precisa tirar a camisa do São Paulo de baixo”, disparou o treinador. “O problema são os instrutores da Federação Paulista.”

 

“Ele [Braghetto] estava na frente do lance e não poderia ter deixado de marcar o pênalti. Quem adquiri o direito Fifa deve apitar os grandes jogos. Eu já havia dado essas declarações durante o Paulistão”, completou o treinador.

 

IRONIZADO

As declarações de Luxemburgo não preocuparam os dirigentes do São Paulo. O presidente Juvenal Juvêncio, aliás, ironizou o treinador alviverde. “A pirotecnia do Luxemburgo já cansou. O São Paulo teve superioridade na partida e só não soubemos converte-la [em gol].”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.