Luxa: 'Os atletas estão começando a entender o que eu quero'

Técnico palmeirense destaca postura tática dos atletas e diz que sua filosofia está começando a dar resultados

24 de janeiro de 2008 | 12h41

Para o técnico Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras começou a ganhar a sua cara. O treinador, animado pela vitória sobre o Marília, disse que a equipe está apresentando evoluções na parte física e técnica.   Veja também: Classificação Calendário e resultados  Palmeirenses destacam 'pensamento de campeão' no Paulistão   "Os atletas estão começando a entender aquilo que eu quero", conta Luxemburgo. "É claro que eu peguei uma base deixada pelo Caio Júnior, mas aos poucos vou encaixando um desenho tático dentro da minha filosofia."   Dentro desta filosofia, Luxemburgo destaca a utilização de um time mais ofensivo. Nos jogos contra Santos e Marília, o treinador escalou William no lugar de Makelele, dando liberdade para Luiz Henrique e Alex Mineiro.   "A melhor maneira de vencer um time forte na marcação e que vem atuando com três zagueiros é entrar ofensivo. O importante é identificar o modo de jogar do adversário. O legal é que o time não foi vulnerável. Tivemos muita pegada."   O Palmeiras tem a média de 143 desarmes por partidas no Paulistão, sendo o time que mais rouba a bola dos adversários. E Luxemburgo espera que o time mantenha o desempenho na partida deste sábado contra o Mirassol, na Arena Barueri.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.