Luxemburgo a um passo de voltar ao Santos

Durou exatamente dois anos a segunda ?era Leão? na Vila Belmiro, que tirou o Santos da fila de títulos importantes ao conquistar o Campeonato Brasileiro de 2002 e trouxe à cena o surgimento de novos jogadores, com futebol mais ofensivo e solto, comandado pelo dupla Diego e Robinho. Ele deixou o clube na madrugada desta quinta-feira, depois da derrota para a LDU por 4 a 2, na partida de ida das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. O nome mais cotado para assumir o cargo é o de Vanderlei Luxemburgo, que treinou a equipe em 97. Ele deve se reunir nesta sexta-feira com os dirigentes santistas para acertar as bases salariais.No entanto, os cartolas fizeram vários contatos com outros treinadores nesta tarde de quinta-feira, entre eles Zetti, o argentino Carlos Bianchi e o técnico do São Caetano, Muricy Ramalho, enquanto Márcio Fernandes assumia interinamente a função. Ele comanda os jogadores na partida de sábado, às 16 horas, na Vila Belmiro, contra o Juventude, válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.A confirmação do nome de Luxemburgo só se dará após a chegada do presidente Marcelo Teixeira, que está com a delegação no Equador, e assim resolver os pontos que ainda não permitiram o fechamento do acordo com o treinador. Há uma diferença entre as propostas dos dirigentes e do técnico, além de algumas exigências de Luxemburgo, como mudança radical na comissão técnica e uma cláusula contratual que permita sua liberação a qualquer época, uma vez que ele pretende dirigir um time europeu no segundo semestre.Anzol - Assessores de Luxemburgo foram contatados por dirigentes santistas na madrugada de quarta para quinta-feira, logo depois da derrota (4 a 2) do Santos para a LDU em Quito. Insistiram em marcar uma reunião entre o treinador e Marcelo Teixeira, presidente do clube, para esta sexta-feira à tarde em São Paulo mas não conseguiram. Vanderlei Luxemburgo está pescando em Foz do Iguaçu. "Sem o Vanderlei aqui e Marcelo Teixeira em Quito, fica difícil marcar uma reunião", disse Luís Lombardi, assessor do treinador.De Foz do Iguaçu, Luxemburgo revelou a seus assessores que tem interesse em dirigir o Santos, mas sua prioridade seria mesmo um clube europeu. "É um grande dilema. Agora que existe a possibilidade concreta de o Vanderlei trabalhar na Europa, aparece o interesse do Santos", comentou Lombardi. "De qualquer forma, o Vanderlei está disposto a ouvir propostas de clubes brasileiros".Esta é a barreira que impede, por enquanto, o acordo entre o treinador e o Santos. E não parece uma solução fácil. Marcelo Teixeira não pretende fechar um contrato de risco com o técnico, sabendo que em julho terá de procurar outro treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.