Arquivo/AE
Arquivo/AE

Luxemburgo admite dificuldade, mas acredita na Libertadores

Treinador do Santos afirma que a reação tem que começar já na partida deste domingo contra o Santo André

Sanches Filho - Especial para O Estado de S. Paulo,

12 de setembro de 2009 | 18h38

SANTOS - O objetivo do Santos no Brasileirão é conquistar a vaga na Libertadores de 2010. Para isso, precisa chegar entre os quatro primeiros colocados. Mas o técnico Vanderlei Luxemburgo não se cansa de dizer: será complicado atingir a meta, principalmente porque o time não consegue embalar - tem 32 pontos, 12 a menos do que o líder Palmeiras.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Para Luxemburgo, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Goiás devem brigar até o fim pelas quatro primeiras colocações. "Ainda tem o Atlético-MG, que encosta se ganhar alguns jogos", afirmou o treinador. Por isso, segundo ele, o Santos não pode desperdiçar as chances de avançar, como é o caso do jogo deste domingo, contra o Santo André.

"De repente pode acontecer algum imprevisto, mas a classificação para a Libertadores está muito difícil. E o título do Brasileiro mais difícil ainda", admitiu Luxemburgo, sem perder a esperança de uma recuperação santista nas 15 rodadas que faltam para o fim do campeonato. Mas, para isso, a reação tem que começar já neste domingo.

O Santos quer aproveitar o fato de o Santo André estar na zona de rebaixamento para somar uma vitória neste domingo. E depois, jogará novamente na Vila Belmiro, contra o Botafogo, dia 20 de setembro, pela 25.ª rodada do Brasileirão. Por isso, Luxemburgo conta com a força da torcida santista para empurrar o time nesta esperada arrancada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.