Luxemburgo admite vantagem por jogar no Palestra Itália

Treinador lembra que Palmeiras tem excelente aproveitamento de quase 90% em 2008 jogando em casa

Agencia Estado

14 de outubro de 2008 | 17h15

O técnico Vanderlei Luxemburgo tentou minimizar nesta terça-feira as declarações de Diego Souza e Leandro, que afirmaram que o Palmeiras teria vantagem no clássico de domingo, contra o São Paulo, pelo fato de jogar no Estádio Palestra Itália. O treinador negou o favoritismo, mas admitiu a vantagem por atuar em casa.Veja também:Derrota não tira ninguém da briga, afirmam palmeirensesDê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Não vejo nada de anormal nisso. Por jogar em casa temos alguma vantagem. O São Paulo também admite que tem mais força quando joga no Morumbi. O que os meus jogadores falaram é algo verdadeiro, pois temos um aproveitamento de quase 90% no ano jogando em nosso estádio", comentou Luxemburgo.Apesar de admitir a importância do fator campo, Luxemburgo negou que o Palmeiras seja o favorito no clássico. "No aspecto campo, não existe favorito. Como eu sempre falo, em clássico não existe um favorito. São times muito iguais e a partida será decidida nos detalhes pois trata-se de duas grandes equipes", assinalou.O elenco do Palmeiras ficará concentrado em Atibaia, no interior de São Paulo, até domingo. O time de Luxemburgo é o vice-líder do Brasileiro, com 54 pontos, dois atrás do Grêmio, enquanto o São Paulo ocupa a quarta posição, com 52.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.