Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Luxemburgo antecipa concentração

Muita conversa, mudar o posicionamento de alguns jogadores em campo, antecipar o início da concentração em um dia, para neste domingo à noite, e convocar a torcida para fazer a diferença, incentivando o time e pressionando os adversários. É dessa forma que Vanderlei Luxemburgo espera tirar o Santos da difícil situação em que se encontra na Taça Libertadores da América - precisa derrotar a Liga Deportiva Universitária com uma diferença de três gols para se classificar às quartas-de-final, nesta terça-feira, às 18h30, na Vila Belmiro. "Ganhar com três gols de vantagem é difícil, mas não impossível. Basta que a nossa equipe entenda que não pode querer enfiar a bola para dentro de qualquer maneira." Embora não tenha gostado do rendimento do time na vitória por 2 a 1 contra o Juventude-RS, sábado, na Vila Belmiro, Luxemburgo considera que foi dado o primeiro passo para a recuperação na Libertadores. ?A vitória foi muito importante", afirmou o técnico, que justificou a sua decisão de tirar Pereira, Diego, Robinho e Deivid do primeiro tempo do jogo. ?Alguma coisa eu precisava fazer e entendi que seria melhor esses jogadores entrarem quando o adversário estivesse mais cansado. E também foi uma meneira de preservá-los para o jogo contra a LDU." Mesmo acreditando na classificação do time, Luxemburgo avisa que não vai fazer nenhum milagre. ?Estou chegando e não sou mágico. Ninguém consegue mudar a maneira de um time jogar de um dia para o outro e nem se faz um time em tubo de ensaio. Por isso, dou importância às conversas que terei com o grupo." Dentro da estratégia que adotou para se reconciliar com os torcedores que estavam contra a sua volta ao clube, Luxemburgo tem insistido na importância que a Vila Belmiro, um dos orgulhos da torcida, pode ter nesse jogo. "O torcedor do Santos sempre foi presente e queremos que ela seja o centroavante do time, lotando a Vila Belmiro e jogando com a equipe. Só que não adianta ficar impaciente se o gol demorar a sair. É sempre difícil jogar na Vila, principalmente com a necessidade de fazer três gols. Mas ela tem uma magia especial e é importante o envolvimento do torcedor com a equipe, passando uma energia especial. Tanto que é alto o percentual de vitórias do Santos no seu estádio." No final da tarde deste domingo, Luxemburgo comandou o seu primeiro trabalho de campo como novo treinador santista. Alguns jogadores ensaiaram arremates enquanto outros apenas treinaram fisicamente. Ele deixou os auxiliares Márcio Fernandes, Eduardo Jenner, Omar Curi (treinador de goleiros) e Antônio Barbosa com os jogadores e ficou apenas observando. Só se dirigiu a alguns jogadores pedindo para que eles colocassem a camisa para dentro do calção. Ele pediu para o clube lhe consiga teipes de jogos da LDU e com eles pretende definir a função de cada jogador na partida desta terça-feira. O time faz o último treino antes do jogo, nesta segunda-feira, às 10 horas, na Vila Belmiro. Foi fraco o movimento na venda de ingressos, iniciada neste domingo pela manhã, nos guichês da Vila. Diante das pequenas possibilidades de contratações, Luxemburgo promoveu das categorias de base os zagueiros Domingos, Halisson e Leonardo Moura - fez o gol na decisão do Mundial sub-17 - e os meias-armadores Carlinhos e Rivaldo. Luxemburgo preferiu não comentar as declarações do diretor de Futebol, Francisco Lopes, de que são de 90% as chances de Ricardinho ser contratado pelo Santos. ?Meu estilo é diferente e desse tipo de assunto trato apenas internamente." Nenhum dirigente confirmou o interesse pelo zagueiro Luís Alberto, do Atlético Mineiro, que pediu para não jogar contra o Corinthians, neste domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.