Luxemburgo assume responsabilidade por mau momento

O técnico Vanderlei Luxemburgo segue sem fugir das críticas pelo mau momento do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, após mais uma derrota - a 14.ª na competição, se isolando como time com mais resultados negativos -, o comandante atleticano assumiu a responsabilidade pela equipe seguir na zona de rebaixamento.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 21h33

"Não tem como analisar muitas coisas nesse momento", afirmou Luxemburgo. "Eu sou o técnico responsável pela equipe. Então as críticas maiores têm que vir para cima de mim, mesmo", acrescentou o treinador, que viu o Atlético sair perdendo por 2 a 0 para o Vitória, conseguir o empate, mas acabar derrotado por 3 a 2.

Mesmo com o novo revés em Sete Lagoas, onde o Atlético mandará os seus jogos até o final do Brasileirão, Luxemburgo continua confiante numa reação do time. "Mas eu vou vencer. Não nasci para perder", disse o treinador, sempre personalizando o seu trabalho à frente da equipe.

Assim como o comandante, o atacante Neto Berola também reconheceu que a fase do Atlético é complicada. "É uma situação delicada. Infelizmente acontece. Agora é trabalhar para sair dessa situação", concluiu o jogador, autor de um dos gols atleticanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.