Luxemburgo avisa que não vai tolerar 'corpo mole'

Técnico fica irritado com a atitude de alguns jogadores na derrota por 1 a 0 diante do Ituano

31 de janeiro de 2008 | 00h51

A primeira derrota do Palmeiras no Campeonato Paulista trouxe mais do que vaias da torcida aos jogadores, já que o técnico Vanderlei Luxemburgo deixou claro que não aceitará o famoso "corpo mole". Veja também: Classificação  Resultados e calendário Mesmo com Diego Souza e Lenny, Palmeiras perde a primeira"Estou formando um time campeão. Não nasci para perder. Vou identificar neste grupo quem quer chegar [aos objetivos traçados], pois o jogador também tem de acreditar", disse Luxemburgo.Mesmo sem falar em nomes, o técnico deixou claro que vai agir. E rápido. "Se eu identificar alguém que não pense em Palmeiras, não pense igual a mim, terá que sair", bradou.Já os jogadores adotaram um discurso mais ameno ao final da derrota por 1 a 0 para o Ituano. Para Alex Mineiro, o time criou chances, mas pecou nas finalizações: "Se formos ver, o time jogou bem, pois criou algumas chances, mas faltou acertar a pontaria", disse o jogador, que completou. "É claro que é ruim perder desta forma, mas não é preciso entrar em desespero neste momento."O estreante Lenny aprovou sua participação na partida, mas ficou frustrado por não ter feito seu gol. "Eu tive algumas chances, mas ainda falta ritmo de jogo. É uma pena, apenas, que o árbitro não tenha dado pênalti no chute que eu dei e o zagueiro parou a bola com a mão", disse o jogador, referindo-se ao seu primeiro lance como titular do Palmeiras, quando, no primeiro minuto do segundo tempo, desviou um cruzamento e a bola bateu no braço direito de seu marcador. (com Juliano Costa, do Jornal da Tarde)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.