Luxemburgo celebra vitória e projeta clássico 'duro'

A vitória diante do Figueirense por 4 a 2, no último domingo, mesmo atuando em Florianópolis deixou o Grêmio mais próximo de garantir a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. O técnico Vanderlei Luxemburgo celebrou o resultado, mas lembrou que para assegurar o vice-campeonato o time precisará vencer o clássico diante do Internacional na última rodada, na última partida do estádio Olímpico.

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2012 | 10h09

"O clássico, a rivalidade, já vale por si só. Não existe favorito em clássico com essa tradição toda. Estamos muito motivados para jogar o clássico, porque estaremos em casa, no último jogo do Olímpico. Já conversei com os jogadores essa semana, a semana passada, que vai ser um jogo duro. Mas vamos estar muito motivados porque além da vice-liderança, a rivalidade toda vai estar em campo", declarou.

A partida ainda será a última chance de mostrar serviço para alguns jogadores que têm contrato com o clube somente até o final do ano. O próprio Vanderlei Luxemburgo já admitiu que boa parte do elenco deverá ser reformulado.

"Esse trabalho não é de agora, vem faz tempo. Sabemos que vai estar somente 70%, 80% deste grupo no ano que vem. Temos jogadores que estão com contrato para terminar e que não serão renovados. No futebol tem muito isso de esconder, mas precisamos ser claros em relação a isso", comentou.

Sobre a partida do último domingo, o treinador exaltou a tranquilidade da equipe mesmo quando o Figueirense esboçou uma reação. O Grêmio abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo, mas permitiu dois gols do adversário no início da etapa final, antes de Leandro marcar o quarto e selar a vitória.

"No segundo tempo o Figueirense se atirou, mas mantivemos o controle e matamos o jogo em um contra-golpe com o Leandro. Tivemos a oportunidade até de fazer mais outros contra-golpes, mas a vitória foi boa", analisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.