Luxemburgo chega na quarta-feira

O Santos ainda não marcou a apresentação do técnico Vanderlei Luxemburgo, que retorna ao Brasil na quarta-feira, depois de 11 meses dirigindo o Real Madrid. Mas ela deverá ocorrer ainda esta semana, a última de férias dos atletas. Mesmo distante, o treinador tem mantido contatos diários com os dirigentes para acompanhar de perto o andamento da negociação de reforços para a próxima temporada. Por conta dos problemas surgidos na rescisão de seu contrato com o Real Madrid, Vanderlei Luxemburgo resolveu permanecer mais uns dias na Espanha, na esperança de retornar com a questão resolvida. O clube espanhol pretende pagar apenas seu salário de dezembro e ele exige o pagamento até o final do contrato, como estipulado numa das cláusulas. Os jogadores do Santos vão se reapresentar no dia 26 e irão realizar nos últimos dias do ano os testes físicos. A pré-temporada vai começar para valer no dia 3 de janeiro, quando os jogadores que estão sendo contratados e que têm contrato com seus clubes vencendo no dia 31 estarão liberados para defender o Santos livres das multas rescisórias. Um desses casos é o do goleiro Fábio Costa, que tem compromisso com o Corinthians até o último dia do ano e deverá se apresentar na Vila Belmiro no dia 3. Com essa contratação, a situação de Roger, do São Paulo, ficou complicada. Ele tem pré-contrato com os santistas há vários meses, mas o São Paulo só concorda em liberá-lo no final de janeiro, quando o elenco do Santos estará completo. A diretoria do São Paulo exigiu uma indenização pela liberação antecipada do atleta, mas os dirigentes santistas não aceitaram, resolvendo esperar o término do contrato para ter o jogador. Na semana passada, porém, surgiu a oportunidade de contratar novamente Fábio Costa, que negociava a renovação com o Corinthians mas os valores estavam muito distantes. Na quinta-feira, o acordo com o Santos foi fechado, valendo a partir de janeiro.

Agencia Estado,

18 de dezembro de 2005 | 19h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.