Luxemburgo coloca o Fluminense no ataque contra o Vitória

Tricolor precisa vencer para se afastar da zona de rebaixamento no Brasileirão

O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2013 | 08h00

RIO - Sem vencer há seis partidas, o Fluminense tenta neste domingo, às 18h30, no Maracanã, iniciar uma arrancada que deixe sua torcida mais sossegada nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro. Enfrenta o Vitória e vai ser agressivo para buscar os três pontos. O técnico Vanderlei Luxemburgo escalou três jogadores no setor ofensivo: Rafinha, Rafael Sóbis e Biro Birô. Ele quer a equipe pressionando a saída de bola do adversário e jogando com aplicação o tempo todo. Não admite outro resultado que não um triunfo.

Para Luxemburgo, o time baiano, que ainda sonha com vaga na Libertadores, deve atuar na base dos contra-ataques. Por isso, a opção por três volantes: Edinho, Diguinho e Jean, que vai ter um pouco mais de liberdade para se aproximar do trio ofensivo. O treinador tem dado declarações otimistas quanto à recuperação do Fluminense, que está sob sério risco de rebaixamento. Citou o desempenho da equipe nas últimas partidas, notadamente o confronto recente com o líder do Brasileiro, o Cruzeiro. O Flu perdeu por 1 a 0 mas, mesmo com um jogador a menos durante boa parte da partida, esteve melhor que o virtual campeão brasileiro.

O time vem sofrendo com o número excessivo de atletas com problemas médicos. Fred é o que faz mais falta. Ele sofreu estiramento muscular no final de agosto e só deve voltar ao time em duas semanas. Outro jogador experiente que desfalca o time hoje é o meia Wagner, com lesão no ombro esquerdo.

O Vitória teve a semana livre para treinamentos e hoje planeja iniciar uma arrancada. A meta, nestas oito últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, é conquistar uma das vagas no G-4, o que classificaria o time baiano para uma inédita participação na Libertadores. Com 44 pontos, a equipe ocupa a sétima posição e para alcançar o objetivo precisa ter bom aproveitamento nas partidas que restam e contar com tropeço dos rivais que estão à frente na tabela.

"A gente vem conquistando pontos importantes tanto dentro quanto fora de casa e temos de manter essa regularidade até o fim se quisermos atingir nosso objetivo’’, diz o goleiro Wilson, um dos destaques do time. O técnico Ney Franco vai contar hoje com o retorno do meia Escudero, que se recuperou de uma lesão muscular. Por outro lado, o jovem volante Marcelo, de 19 anos, que vinha sendo bastante elogiado pelo treinador, não se recuperou de uma contusão na coxa direita, sofrida no empate por 1 a 1 com a Portuguesa, no último fim de semana, e desfalca o time. O veterano Michel deve ocupar a vaga.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseVitóriaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.