Luxemburgo critica regulamento

O prazo para as inscrições de jogadores no Campeonato Paulista venceu nesta quinta-feira e o Corinthians vai ter de se recuperar na competição com os jogadores atuais. Sem outra alternativa, o técnico Wanderley Luxemburgo - que esperava pelos colombianos Quintana e Rincón além do atacante Fernandão, do Goiás -, teve de se resignar à realidade praticamente em silêncio. "O time é bom, tem jogadores de Seleção Brasileira, e vai sair dessa com certeza, mesmo sem os reforços".Contrariando uma orientação da Diretoria, que não quer nenhum tipo de choque com Eduardo José Farah, Luxemburgo não conseguiu poupar totalmente a organização do Campeonato Paulista. "Eu sei que o regulamento é esse e foi assinado por todos os presidentes de clubes, mas a competição é muito injusta com os clubes grandes. Um time como o Corinthians não pode ficar tanto tempo sem jogar na Capital", resmungou o treinador corintiano.De acordo com Wanderley Luxemburgo, não está havendo chance de recuperação para as equipes grandes. Ele entende não ser justo jogar a maioria dos jogos na casa do adversário. "Esse regulamento não nos dá jogo de recuperação na Capital. Ou vocês pensam que é fácil se recuperar em cima de um Guarani em Campinas, de um São Caetano no ABC ou de uma Inter em Limeira? Além de tudo, quando você volta a jogar na Capital, você pega logo dois clássicos pela frente. Aí fica difícil".Luxemburgo acha até que a pressão da torcida está fazendo falta à sua equipe. "Até as cobranças do torcedor da Capital são necessárias e de uma certa forma ajudam o time a responder mais depressa em campo. De qualquer forma, o regulamento está aí e não vai mudar. Nós é que temos de trabalhar para reverter a situação. Espero que o time reencontre a vitória neste sábado, em Limeira".No penúltimo dia de trabalho em Serra Negra, o coletivo foi bom mas os titulares continuam sem vencer. Mesmo assim, Luxemburgo gostou do que viu. "Até deixei o tempo correr mais um pouco". O empate de 1 a 1 (gols de Luciano Bebê para os reservas e de Paulo Nunes para os titulares) também não preocupa. "O que mais interessa foi a boa movimentação do time", acrescenta o treinador.Apesar de ter feito o gol dos titulares, Paulo Nunes treinou a maior parte do tempo na reserva. Na verdade, ele nem jogará em Limeira. O jogador pediu um tempo ao técnico Wanderley Luxemburgo para se recuperar fisicamente e foi atendido. "Já melhorei muito mas ainda me falta velocidade e força", argumentou o atacante. Luxemburgo gostou do que ouviu: "Achei até legal da parte dele querer se aprimorar. E olha que o Paulo treinou forte todos os dias aqui em Serra Negra".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.