Luxemburgo depõe e veta a imprensa

Depois da audiência do processo em que é acusado de sonegação fiscal, ao lado de sua ex-secretária Renata Alves, o técnico Wanderley Luxemburgo seguiu direto para o depoimento, também na Justiça Federal do Rio, sobre o seu processo de falsidade ideológica. A sessão estava aberta aos jornalistas, mas o treinador do Corinthians alegou constrangimento e pediu que fosse vetada a entrada da imprensa na sala, o que o juiz acabou decidindo fazer.No final do depoimento, Luxemburgo enfim atendeu a imprensa. ?Estou tranqüilo e espero que tudo seja resolvido para que eu não tenha mais que voltar aqui?, afirmou o técnico, que também aproveitou a ocasião para comentar a audiência anterior, relativa ao processo em que é acusado de sonegação fiscal. ?Nunca soneguei deliberadamente. O que pode ter havido foi algum equívoco e é isso o que está sendo discutido para saber se devo ou não à Receita Federal?, defendeu-se.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.