Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Luxemburgo deve ficar no Corinthians

Os jogadores do Corinthians, o técnico Wanderley Luxemburgo e sua comissão e a diretoria se reuniram nesta segunda-feira para almoço de encerramento do ano. Após a despedida, os dirigentes conversaram para começar a fazer o planejamento para 2002. Um dos assuntos discutidos foi a permanência de Luxemburgo. O treinador tem grande rejeição no Parque São Jorge, mas deve ficar, afirmou uma pessoa ligada ao presidente Alberto Dualib. "Se o Wanderley não criar mais nenhum caso, fica. Caso contrário..."Em 2001, o técnico corintiano brigou com Marcelinho Carioca, que foi para o Santos, e irritou a diretoria ao reclamar da demora do clube para contratar reforços. Seu contrato termina em dezembro de 2002.Os dirigentes começam a trabalhar para tentar manter o zagueiro Scheidt no Parque São Jorge. O jogador já deixou claro que não quer voltar para a Europa. O dono de seu passe é o Celtic, da Escócia, que também não pretende dificultar as negociações. O futuro do volante César Sampaio está indefinido.O presidente Alberto Dualib e o vice de Futebol Antonio Roque Citadini disseram que o clube não fara contratações de impacto para a próxima temporada. "Será um ano complicado", justificou Citadini. As atenções estarão voltadas para a Copa do Mundo e, no primeiro semestre, o Corinthians disputará apenas o Torneio Rio-São Paulo e a Copa do Brasil. Os zagueiros Batata e Marcelo e o volante Rodrigo Pontes devem deixar o time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.