Williams Aguiar/Sport
Williams Aguiar/Sport

Luxemburgo dispara contra jogadores após Sport sofrer goleada

Treinador se diz 'envergonhado' pelo massacre sofrido diante do Grêmio, fora de casa

O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2017 | 22h27

O técnico Vanderlei Luxemburgo não poupou seus comandados no Sport após a equipe sofrer uma dura derrota para o Grêmio neste sábado, por 5 a 0, em jogo adiado pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador se disse “envergonhado” pelo revés e criticou duramente os atletas do clube, insinuando que alguns estariam fazendo “corpo-mole”.

“Queria dizer para o torcedor do Sport que a vergonha que estou sentindo é o sentimento que o torcedor deve estar, porque o que fizemos dentro de campo hoje (sábado) não condiz com a realidade do clube”, afirmou Luxemburgo na entrevista coletiva depois do confronto.

O experiente treinador mostrou-se revoltado com a partida feita pelo time na Arena do Grêmio e ameaçou barrar alguns titulares. “Esses jogadores que tiveram uma atuação pífia hoje não vão ter oportunidade de passar com o Sport na zona de rebaixamento, porque eu não vou permitir”, disse. “Só vou levar comigo jogadores que podem até não ser bons tecnicamente, mas que vão sofrer, vão se doar 100%.”

Apesar de sugerir mudanças na equipe titular, o técnico afirmou que não pretende afastar ninguém do elenco. “Não dou esse privilégio de jogador afastado. É muito gostoso você afastar o jogador e ele ficar vendo o circo pegar fogo de fora. Ele vai ter que ficar aqui dentro comprometido comigo, com o clube que paga o salário em dia. Não tem moleza.”

O desabafo de Luxemburgo vem em um momento delicado para o Sport, que chegou neste sábado à quinta partida seguida sem vencer no Campeonato Brasileiro. Com 29 pontos, os pernambucanos estão na 11ª posição, dois pontos atrás do G-6 e quatro acima da zona de rebaixamento. O próximo compromisso do clube será no dia 10, contra o Avaí, em casa, pelo Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.