Luxemburgo diz que atuação do Flamengo foi ruim em vitória

Treinador ressalta também que a equipe evoluiu nas três partidas que disputou sob o seu comando no Campeonato Brasileiro

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

10 de agosto de 2014 | 20h35

O Flamengo venceu, saiu da lanterna do Campeonato Brasileiro, mas o desempenho contra o Sport, neste domingo, mostrou que o time vai precisar melhorar bastante para deixar a fase ruim na competição. O técnico Vanderlei Luxemburgo admitiu a atuação ruim, mas acredita que a equipe evoluiu nos três jogos que disputou sob o seu comando.

"Contra a Chapecoense e nesse jogo com o Sport mostramos uma característica de equipe. Na parte técnica o time ainda deixa a desejar. Mesmo assim, estamos evoluindo bastante. De três partidas, ganhamos duas. E isso é um sinal de evolução", considerou o técnico.

Eduardo da Silva chegou ao Flamengo para brigar por uma vaga entre os titulares e ganhou um ponto a mais com o gol decisivo desse domingo. No entanto, Luxemburgo pregou cautela quanto ao jogador. "Ele está voltando ao Brasil depois de 16 anos. Nosso treinamento é diferente, ele está se adaptando aos nossos jogadores. Ele não está pronto ainda. Vão cobrar, mas vai demorar um pouco mais", justificou.

O treinador também aproveitou para elogiar o desempenho do lateral-esquerdo João Paulo. Desde a saída de André Santos, o jogador assumiu a posição de titular no Flamengo e foi autor das assistências para os gols das duas últimas vitórias do Rubro-Negro carioca. "Ele precisa de confiança, tem potencial para evoluir, bate bem na bola e chuta forte, mas o momento inibe. Tem que aproveitar as oportunidades."

Após a vitória, a equipe do Flamengo só se reapresenta na terça-feira, quando começa a preparação para o jogo contra o Coritiba, marcada para domingo, fora de casa. A partida terá uma importância a mais, já que ambos os times se encontram na zona de rebaixamento e a vitória pode tirar um deles dessa situação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.