Luxemburgo diz que Grêmio foi eliminado no jogo de ida

O Grêmio foi eliminado nas semifinais da Copa do Brasil mesmo ficando no empate por 1 a 1 diante do Palmeiras, fora de casa, na última quinta-feira. Isso porque a equipe chegou à Arena Barueri com a difícil missão de reverter uma desvantagem de dois gols de diferença, já que havia perdido por 2 a 0 no jogo de ida, em pleno Olímpico.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 10h43

Por isso, o técnico Vanderlei Luxemburgo garantiu que a eliminação foi selada em Porto Alegre. "Nós não perdemos aqui, perdemos em Porto Alegre. Tomamos dois gols que deram a classificação a eles. Isso é o futebol, eles chegaram com uma vantagem muito grande para o jogo daqui", declarou.

O treinador ainda admitiu que a forma como a derrota do Olímpico aconteceu deixou a queda ainda mais dolorosa. O Grêmio empatava sem gols com o Palmeiras até os 40 minutos do segundo tempo, mas acabou sofrendo os dois gols nos minutos finais. "Em Porto Alegre estávamos caminhando para um resultado para decidir hoje (quinta). O Grêmio saiu da Copa do Brasil aos 40 minutos do segundo tempo do primeiro jogo", comentou.

Apesar da eliminação, Luxemburgo disse ter ficado satisfeito com a equipe. "Tenho que dar parabéns aos jogadores, o Grêmio está no caminho certo. Foi um time valente, aguerrido, que não se acovardou. Então, claro, a gente sai triste pela desclassificação, mas estamos no caminho certo para buscar esta vaga de Libertadores", apontou.

O técnico gremista só lamentou a confusão ocorrida no final da partida de quinta, quando Edilson acertou um soco em Henrique após uma falta dura de Rondinelly. Os três acabaram expulsos. "Não tenho que reclamar de nada, do Palmeiras ou do árbitro, foi tudo normal. O juiz não interferiu na nossa desclassificação. A porrada, a confusão, é que foi desnecessária".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.