Luxemburgo é condenado por insultos a Marcelinho

Treinador do Palmeiras terá de pagar R$ 76 mil ao atleta por tê-lo ofendido em programa de televisão

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2009 | 19h22

O treinador Vanderlei Luxemburgo sofreu uma derrota fora dos gramados nesta segunda-feira. O técnico foi condenado pela Justiça a pagar uma indenização no valor de R$ 76 mil ao jogador Marcelinho Carioca. A determinação foi resultado de um processo movido pelo atleta do Santo André desde janeiro de 2007, quando Luxemburgo o insultou em um programa de televisão.   Veja também: Edmílson chega ao Palmeiras e se diz pronto para jogarEspecial: as armas dos times para o Paulistão 2009 Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoÀ época do ocorrido, Marcelinho atuava como comentarista. A decisão da Justiça, em primeira instância, foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial, e comentada pelo jogador. "Fiquei satisfeito com essa decisão. Dinheiro nenhum vai fazer com que sejam reparadas as ofensas que recebi naquele dia em rede nacional, mas o processo foi uma forma de evitar que aquele episódio lamentável se repita comigo ou com outra pessoa", disse o meia, por meio de comunicado.Na ocasião, Luxemburgo e Marcelinho Carioca começaram uma discussão, e o treinador fez referência ao período em que foi comandante do jogador no Corinthians, em duas passagens entre 1998 e 2002. Além de chamar Marcelinho de "safado e moleque", o técnico revelou que tinha flagrado o meia com mulheres na concentração corintiana. Como a decisão foi em primeira instância, Luxemburgo ainda deve recorrer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.