Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Luxemburgo é mantido no Fluminense até o clássico com o Flamengo

Em reunião dos cartolas nas Laranjeiras, destino do treinador é vira assunto: o time está ameaçado de cair

Felipe Resk, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2013 | 18h54

SÃO PAULO - O presidente Peter Siemsen, o diretor executivo Rodrigo Caetano e o gerente de futebol Marcelo Teixeira se reuniram na tarde desta terça-feira para definir o futuro do técnico Vanderlei Luxemburgo no Fluminense. Após a conversa, que durou mais de duas horas, os cartolas decidiram pela permanência do treinador pelo menos até o clássico com o Flamengo, que será realizado domingo, no Maracanã. Luxemburgo não participou da reunião, mas foi avisado de que permanecerá no cargo.

Os riscos de a demissão conturbar o ambiente nas Laranjeiras entre os jogadores, ainda em luta contra o rebaixamento, e a falta de opções no mercado motivaram a decisão dos dirigentes de continuar com Luxemburgo, que meses antes já havia sido demitido do Grêmio pelo presidente Fábio Koff. Entre os nomes cogitados para assumir o time nesta reta final do Campeonato Brasileiro, mas sobretudo 2014, estavam os de Caio Júnior, Paulo Autuori e Dorival Júnior, recém-demitido do rival Vasco.

O presidente da Unimed, Celso Barros, embora não concordasse em trocar o treinador nesse momento, resolveu não intervir caso a decisão da diretoria fosse contrária à sua vontade. A principal patrocinadora do Fluminense foi responsável por contratá-lo em agosto. Siemsen, que se opôs à chegada de Luxemburgo, já sinalizou não ter interesse em sustentar o comandante por muito mais tempo. Em 24 jogos, Vanderlei Luxemburgo conseguiu sete vitórias, oito derrotas e nove empates. O saldo é a eliminação na Copa do Brasil frente ao Goiás, e uma campanha preocupante no Campeonato Brasileiro. Apenas três pontos separam a equipe carioca, 16ª colocada, da zona de rebaixamento. O Fluminense não vence há sete jogos no Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.