Luxemburgo é o 6.º latino no Real Madrid

O brasileiro Vanderlei Luxemburgo é o sexto latino-americano e o primeiro nascido no Brasil a dirigir o Real Madrid na sua história. O primeiro sul-americano foi o uruguaio Héctor Scarone, que comandou a equipe merengue na temporada 1951-52. Depois veio outro uruguaio, Enrique Fernández, na equipe de 1953-55. Durante o período mágico do Real, com estrelas comparáveis ao elenco atual, como o argentino Di Stefano, o húngaro Puskas, o francês Kopa, além do espanhol Gento, o time foi conduzido pelo argentino Luis Carniglia, em 1957-59, e pelo paraguaio Fleitas Solich, em 1959-60. Solich, antigo conhecido dos brasileiros, que teve sucesso no Flamengo. Depois de Solich, só em 1994-96 o Real foi dirigido por um sul-americano. O argentino Jorge Valdano assumiu a equipe e depois virou diretor técnico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.