Luxemburgo exalta comportamento gremista sem Elano

Elano vinha sendo um dos principais nomes do Grêmio nas últimas rodadas, mas, contundido, não entrou em campo diante do Vasco, na última quarta-feira, no Olímpico. Mesmo sem o meia, a equipe gaúcha conseguiu uma importante vitória por 2 a 0, e, depois da partida, foi bastante elogiada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Em especial, Marquinhos, que entrou na vaga deixada no meio de campo.

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2012 | 11h03

"O Elano faz toda falta do mundo, porque é um grande jogador. Mas tenho que valorizar o cara que está entrando. Sabia que o Marquinhos iria suprir a ausência, do jeito dele, mas ia jogar bem. Cabe a mim montar o time com as características dele, que não tem, por exemplo, a marcação do Elano. Mas ele teve um grande comportamento aqui e contribuiu muito para a vitória", comentou o treinador.

A vitória levou o Grêmio aos 40 pontos, na terceira colocação, diminuindo a diferença para o líder Atlético-MG (44) e para o vice-líder Fluminense (43), que empataram na rodada. Mesmo assim, Luxemburgo manteve os pés no chão e disse que uma derrota poderia render críticas à equipe, principalmente ao elenco.

"Tem muita coisa para melhorar. Se tivéssemos perdido teriam falado que a gente não tinha conseguido suprir a ausência do Elano. Mas ganhamos e, mesmo assim, precisamos melhorar. Não dá para ficar satisfeito com um trabalho, precisamos sempre correr atrás de mais, ter uma interrogação na cabeça. Faz parte, não me incomoda", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.